Aluno de escola pública consegue nota máxima na redação do Enem

sem-titulo
Visualizado 869 vezes

Um estudante da rede pública estadual está entre os três candidatos que tiraram a nota máxima na redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2016, em Pernambuco. Morador de Carpina, Mata Norte do estado, Victor Josuan, 19, fez a prova pela segunda vez e tenta uma vaga no curso de Medicina, um dos mais concorridos nas universidades do país. Ao todo, 6,1 milhões de pessoas fizeram as provas e, destes, apenas 77 obtiveram nota 1.000 no Brasil.

Ex-aluno do curso de Redes de Computadores na Escola Técnica Estadual Maria Eduarda Ramos de Barros, em Carpina, Victor explica que não esperava a nota máxima na redação e que o sentimento agora é de satisfação. Como preparação, ele fez um curso privado de redação, mas estudou em casa para as outras disciplinas do exame. Para ele, a preferência é uma vaga na Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), no campus Recife.

“Eu não conseguia ver a nota do Enem e, quando soube da nota na redação, não sabia o que fazer. Gritei muito e meu primeiro reflexo foi mandar uma mensagem para minha professora. Acredito que minha ousadia durante o desenvolvimento do tema foi crucial para a nota máxima”, disse.

A preparação para o exame incluiu, ainda, fazer cerca de três redações por semana, treinando diversos possíveis temas e fortalecendo a argumentação, o que ele acredita ter facilitado na hora de realizar o exame.

Fonte: Globo.com

Se você quer receber atualizações sobre este tema ou outros de nossa página, inscreva-se abaixo:
Receba boas notícias em seu Email


Translate »