Artefato encontrado em destroços de nau de Vasco da Gama é instrumento de navegação ‘mais antigo’ já descoberto

Visualizado 164 vezes
Artefato encontrado em destroços de nau de Vasco da Gama é instrumento de navegação ‘mais antigo’ já descoberto
Avalie este conteúdo

Arqueológos descobriram objeto com brasões portugueses em 2014 nos vestígios da nau Esmeralda, mas só agora cientistas comprovaram se tratar mesmo de astrolábio, usado para medir distância do sol.

Arqueólogos descobriram o que acreditam ser o instrumento de navegação mais antigo já encontrado: um astrolábio usado pela frota do português Vasco da Gama (1469-1524). O artefato, usado para medir a altura do sol, estava nos vestígios do navio Esmeralda, que naufragou em 1503, e que foram encontrados na costa de Omã, na península arábica.

Os especialistas acreditam que o objeto tenha sido fabricado no período entre 1495 e 1500.

“É um privilégio encontrar algo tão raro e tão historicamente importante, que será estudado pela comunidade arqueológica e que preenche uma lacuna”, diz à BBC o cientista marinho David Mearns, conhecido como o “caçador de naufrágios”, que comandou as escavações aos vestígios da embarcação portuguesa.

Brasão português

O astrolábio, que tem 17,5 m de diâmetro e 2 milímetros de espessura, foi encontrado em 2014 por Mearns junto a quase outros 3 mil artefatos recuperados durante uma série de mergulhos.

Mearns conta que soube que o artefato era importante quando viu que possuía dois emblemas. O primeiro, diz, era um brasão de armas português e o segundo, um emblema pessoal do rei Manuel 1º, então rei de Portugal.

Segundo o especialista, esses brasões indicam que o objeto foi produzido após 1495, porque foi quando dom Manuel ascendeu ao trono.

Após sua descoberta, o artefato foi analisado por cientistas da Universidade de Warwick, na Inglaterra, que utilizaram tecnologia a laser para identificar marcas de navegação em suas bordas, comprovando se tratar de um astrolábio.

Fonte: G1

Se você quer receber atualizações sobre este tema ou outros de nossa página, inscreva-se abaixo:
Receba boas notícias em seu Email


Translate »