Bailarina brasileira formada no Bolshoi em SC leva prêmio máximo em competição na Rússia

Image2
Visualizado 305 vezes

Moscow Ballet Competition acontece a cada quatro anos.

A bailarina brasileira Amanda Gomes, formada pela Escola Bolshoi do Brasil, em Joinville, foi premiada no ultimo dia 20 em uma das competições mais prestigiadas da Rússia. Ela recebeu medalha de prata na XIII Moscow Ballet Competition, na categoria sênior duo. Foi a premiação máxima, já que não houve distribuição de medalha de ouro nessa categoria.

Amanda passou por três fases e concorreu com bailarinas de todo o mundo. O parceiro dela, Mikhail Timaev, venceu na categoria “melhor partner”. Os dois apresentaram um “pas de deux” dos balés “A Bela Adormecida”, “Laurência” e “Lago dos Cisnes”.

O concurso acontece a cada quatro anos no Teatro Bolshoi, em Moscou. “Uma brasileira ganhando um dos maiores concursos de balé, na própria Rússia, é mais uma prova do talento e competência de artistas brasileiros, dentro e fora do pais”, elogiou Pavel Kazarian, diretor geral da Escola do Teatro Bolshoi no Brasil.

Carreira vitoriosa

Natural de Goiânia, a bailarina, de 22 anos, tem 16 de carreira e, atualmente, é solista da Ópera de Kazan, na Rússia. Antes, foi bailarina da Cia. Jovem Bolshoi Brasil durante dois anos. Amanda chegou a Joinville aos 10 anos com a família para estudar balé. Atualmente, tem no currículo vitórias nos concursos mais importantes do mundo, como nos EUA, Turquia, Rússia.

Em julho de 2016, Amanda venceu o The Varna International Ballet Competition, na Bulgária, considerado o maior concurso de dança do mundo. Ela concorreu com 140 bailarinos do mundo inteiro

Bolshoi Brasil

Em Joinville, a Escola do Teatro Bolshoi atua há 17 anos e atualmente tem 228 alunos, de 22 estados brasileiros. Desde 2012, 100% dos estudantes têm bolsa de estudos com cobertura total dos custos.

Fonte: G1

Se você quer receber atualizações sobre este tema ou outros de nossa página, inscreva-se abaixo:
Receba boas notícias em seu Email


Translate »