Ceará ultrapassa marca dos mil transplantes realizados em 2017

Visualizado 182 vezes
Ceará ultrapassa marca dos mil transplantes realizados em 2017
Avalie este conteúdo

Estado chegou ao Dia Nacional de Doações de Órgãos, nesta quarta-feira (27), com um total de 1.098 transplantes realizados.

O Ceará ultrapassou a marca dos mil transplantes no ano e chegou ao Dia Nacional de Doações de Órgãos, nesta quarta-feira (27), com um total de 1.098 procedimentos realizados. Conforme a Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa), foram realizados 161 transplantes de rim, um de rim/pâncreas, 21 de coração, 143 de fígado, 3 de pulmão, 62 de medula óssea (42 autólogos e 20 alogênicos), 705 de córnea, um de esclera e um de valva cardíaca.

Como em 2016, a marca dos mil transplantes foi alcançada em agosto. De janeiro a agosto do ano passado, houve 1.153 transplantes no Ceará. Em relação ao ano de 2016, até o mês de agosto, este ano o Ceará realizou mais transplantes de fígado e o mesmo número de transplantes de pulmão e de medula óssea, embora o maior número de transplantes alogênicos em 2017.

Em igual período de 2017, foram realizados 1.012 transplantes no estado. A Sesa disse que a queda no ritmo dos transplantes em 2017 é justificada porque o Ceará zerou a fila de espera de transplantes de córnea, depois de 34 anos realizando esse procedimento, iniciado em 1982. Na diferença de 141 transplantes a menos este ano, até agosto, 101 são de transplantes de córnea.

“Fila zero” de córnea é uma meta estabelecida pela Associação Brasileira de Transplante de Órgãos (ABTO) e indica a situação em que o paciente que precisa de um transplante não necessita esperar pelo tecido porque ele já está disponível para a cirurgia. Na segunda-feira (25), a lista de espera para esse tipo de transplante contava apenas sete pacientes ativos.

O Brasil tem hoje o maior sistema público de transplantes do mundo, no qual cerca de 95% dos procedimentos e cirurgias são feitos com recursos públicos. O Ceará, anualmente, fica entre os estados que mais realizam transplantes de órgãos no país, de acordo com informações da Sesa.

O Ceará conta atualmente com 52 hospitais notificantes e 18 Comissões Intra-Hospitalares de Doação de Órgãos e Tecidos para Transplantes (CIHDOTTs). Para ser um doador não precisa deixar mais nada por escrito. Basta avisar a sua família sobre a vontade de doar e ajudar a salvar vidas.

Fonte: G1

Se você quer receber atualizações sobre este tema ou outros de nossa página, inscreva-se abaixo:
Receba boas notícias em seu Email


Translate »