ColorADD para daltônicos: A cor é para todos!

cubo-de-rubik-daltónicos-coloradd
Visualizado 1.279 vezes

Miguel Neiva, professor da Universidade do Minho, criou um código de cores universal para daltônicos que recorre a símbolos para ajudar a distinguir as cores.

O código chama-se ColorADD e foi já adotado por várias empresas, tendo despertado o interesse internacional.

Miguel Neiva, designer e mentor do projeto, adiantou que “o ColorADD é um código gráfico monocromático, sustentado em conceitos universais de interpretação e desdobramento de cores, que permite aos daltónicos identificá-las corretamente”.

cubo de rubik daltónicos coloradd

O ColorADD, projeto 100% português, é um código universal que recorre a símbolos para ajudar os daltônicos a distinguir as cores e foi já implementado em vários locais, nomeadamente nas estações do Metro do Porto.

metro do porto daltónicos

Como funciona o Código ColorADD para daltônicos?

“O conceito apoia-se nas cores primárias como ponto de partida (Ciano, Magenta e Amarelo) e no seu consequente desdobramento para cores secundárias.” Às três formas que representam as três cores primárias, foram acrescentadas mais duas que, de forma simples, representam o preto e o branco”, adiantou.

como um daltonico vê as cores

Como um daltônico vê as cores

Com o Código ColorADD o daltônico olha para um dado objeto, uma peça de roupa ou um sinal de trânsito, por exemplo, e através dos símbolos nele colocados consegue distinguir as cores”.

Miguel Neiva salienta que “os primeiros sintomas de daltonismo são detetados na idade escolar“, frisando que, “mais tarde, a pessoa daltónica vê serem-lhe interditas diversas profissões“. Entre elas contam-se profissões como a pilotagem de aviões, a navegação marítima, a indústria gráfica, a indústria química, a geologia, a arqueologia, actividades ligadas à área da informática ou áreas financeiras, a decoração e a moda”.

lápis de cor daltónicos coloradd

Frisa que no seu quotidiano existem muitas situações que implicam a ajuda de terceiros, algo que deixa de suceder com a introdução do Código: na escola, para a escolha de marcadores ou de canetas coloridas; na compra de vestuário; na orientação em interpretação de mapas e sinais de trânsito; ou na identificação das bandeiras na praia.

“Temos obtido grande receptividade no estrangeiro, como sucede no Brasil onde foi considerada uma das melhores 40 ideias para melhorar o mundo“, revelou, frisando que o projeto foi concebido numa ótica de “responsabilidade social”.

Miguel Neiva salienta que a ideia tem aplicação nas áreas dos transportes – na sinalização em comboios e no metro – na educação, na saúde e nos têxteis e vestuário.

Faça o teste do daltonismo:

teste-de-daltonismo-números

Que número vês?

Atualização:

A aplicação ColorADD foi premiada no World Summit Award Mobile 2014, um prémio atribuído pela ONU para distinguir empresas ou indivíduos da indústria de conteúdos e aplicações. A ColorADD foi considerada a melhor na categoria Inclusion & Empowerment.

Com perto de 350 milhões de daltónicos no mundo, a aplicação pretende ajudar a identificar a cor. Basta apontar a câmara do dispositivo móvel para a superfície cuja cor se pretende identificar e o resultado aparece no ecrã, com uma legenda com o nome da cor e o respetivo símbolo na linguagem ColorADD.

Fonte: http://www.dn.pt/ http://www.impulsopositivo.com/ e http://noctulachannel.com/

 

Se você quer receber atualizações sobre este tema ou outros de nossa página, inscreva-se abaixo:
Receba boas notícias em seu Email


Seja o primeiro a comentar Assunto: "ColorADD para daltônicos: A cor é para todos!"

Deixe um comentário

Translate »