Estúdio oferece cobrir de graça tatuagens racistas para quem se arrependeu

Visualizado 566 vezes
Estúdio oferece cobrir de graça tatuagens racistas para quem se arrependeu
Avalie este conteúdo

As vezes as pessoas fazem escolhas erradas, e as vezes as pessoas mudam. Mas e se as tatuagens que mostram essas escolham erradas continuam lá?

Se essas tatuagens são um símbolo racista ou antissemita, pior ainda. Ainda bem que existem tatuadores que ajudam a cobrir essas marcas da pele com lindos desenhos de graça.

É o caso de um casal de tatuadores norte-americanos de Baltimore, nos Estados Unidos. O primeiro cliente do estúdio Southside Tattoo foi um homem com o rosto tatuado com desenhos de uma gangue. Casado e pai de três filhos, ele pediu para a dona do estúdio, Beth Cutlip, remover os desenhos, mas o dinheiro era um problema.

Ele trabalha como eletricista e as tatuagens costumam assustar os clientes. Beth então sugeriu ao marido e sócio do estúdio, Dave Cutlip, que eles cobrissem as tatuagens do homem relacionadas a gangues de graça. “Às vezes as pessoas fazem más escolhas, e às vezes elas mudam”, diz o post no Facebook em que anunciam a iniciativa.

Rapidamente, mais pessoas apareceram querendo cobrir tatuagens que evocam discursos de ódio. A agenda do casal está cheia pelos próximos seis meses. Beth e Dave precisaram entrar em contato com tatuadores de outros estados norte-americanos para ajudar quem mora em outras localidades.

Beth conta que os desenhos mais comuns que as pessoas querem cobrir são suásticas e símbolos de irmandades arianas. “Há quem tenha feito as tatuagens na prisão para se enturmar ou ter segurança, outros só querem deixar um certo estilo de vida para trás, diz Beth. Em troca da gentileza, o casal pede que os tatuados façam uma boa ação por alguém.

Fonte: RPA

Se você quer receber atualizações sobre este tema ou outros de nossa página, inscreva-se abaixo:
Receba boas notícias em seu Email


Translate »