LISBOA TRANSFORMA-SE NUM PARQUE AQUÁTICO

10630557413_5b3e06f05d_c
Visualizado 1.575 vezes

A cidade de Lisboa vai receber este fim de semana um escorrega aquático de 500 metros, instalado nas ruas da freguesia de São Domingos de Benfica e com capacidade para receber cerca de duas mil pessoas por dia.

Em declarações à agência Lusa, o responsável pela organização do evento ‘Urban Splash’, André Cunha, disse que “um mega ‘slide’ de água” será instalado na Rua Major Neutel de Abreu, entre o Externato Marista de Lisboa e a Estrada de Benfica, em São Domingos de Benfica, durante os próximos sábado e domingo, das 10:00 às 19:00.

Na apresentação pública do evento, que decorreu hoje com a instalação de um escorrega de menor dimensão no Monsanto, em Lisboa, André Cunha esclareceu que, no fim de semana, o escorrega gigante é dirigido a todo o tipo de público, desde famílias até grupos de amigos, acrescentando que “é pensado, em primeiro lugar, para os lisboetas […] e, em segundo lugar, para o turismo”.

468279084_770x433_acf_cropped

Para o responsável da organização, o evento também pode potenciar o comércio local, devido ao “maior fluxo de potenciais clientes”.

O escorrega vai ter a maior parte do percurso em linha reta, mas conta com algumas curvas ligeiras, existindo duas pistas de 250 metros, totalizando 500 metros de pistas, informou André Cunha.

O preço para deslizar no escorrega insuflável aquático varia consoante o tipo de bilhete — descida única, descidas ilimitadas durante meio dia, descidas ilimitadas durante todo o dia – e o ‘pack’ adquirido — individual, familiar, grupo -. Uma descida única custa 7,50 euros e descidas ilimitas durante todo o dia das 10:00 às 19:00 para uma pessoa custa 30 euros.

Para além do escorrega, a iniciativa terá música com DJ’s convidados, ‘batalhas épicas’ de balões de água, ‘food court’, dança e espaços de diversão para crianças.

O ‘Urban Splash’ tem capacidade para receber cerca de 2.000 pessoas por dia, com todas as medidas de segurança asseguradas, garantiu o organizador.

Questionado sobre as expectativas de adesão ao evento, André Couto afirmou que “a venda de bilhetes tem sido bastante elevada”, esperando, “se tudo correr bem nesta primeira edição, repetir a iniciativa para o próximo ano” na cidade de Lisboa.

Na apresentação do evento, o presidente da Junta de Freguesia de São Domingos de Benfica, António Cardoso, relatou à Lusa que a iniciativa teve a aprovação da Câmara de Lisboa, após uma longa negociação.

O autarca considerou que “é um evento inovador” e que “nunca foi feito com esta dimensão”, em Lisboa.

António Cardoso disse estar empenhado para tentar repetir a iniciativa, “pelo menos mais uma ou duas vezes no decorrer deste verão”.

Refrescante, a ideia de implementar um escorrega gigante aquático foi trazida dos Estados Unidos da América, que organiza há mais de um ano, com regularidade, este tipo de eventos, assim como a Austrália e a Nova Zelândia.

“É uma febre autêntica a nível mundial”, afirmou o organizador do ‘Urban Splash’, André Cunha, que decidiu trazer a ideia para Portugal, começando pela cidade de Lisboa.

Depois de Lisboa, a organização pretende chegar a outras cidades do país, não revelando ainda quais serão, apenas que estão previstos “cinco eventos ao longo deste verão”.

Se você quer receber atualizações sobre este tema ou outros de nossa página, inscreva-se abaixo:
Receba boas notícias em seu Email


Seja o primeiro a comentar Assunto: "LISBOA TRANSFORMA-SE NUM PARQUE AQUÁTICO"

Deixe um comentário

Translate »