O renascimento das florestas mundiais

florestaok_8069
Visualizado 1.584 vezes

Segundo relatório divulgado pela ONU, desde 2000 o continente europeu registrou uma expansão de suas florestas de 27,5 milhões de hectares

As florestas mundiais estão ganhando fôlego! É o que afirma um relatório das Nações Unidas (ONU): entre 2000 e 2014, o continente europeu registrou uma expansão de suas florestas e diminuição de desmatamento. O continente europeu e os Estados Unidos contam, juntos, 41% do total de florestas do mundo.

A expansão da área florestal tem duas explicações: a diminuição das zonas agrícolas e da população rural, que hoje é de 4% na União Europeia, e o aumento de subsídios para fazendeiros, não só para produzir alimentos, mas principalmente para replantar áreas desmatadas.  O relatório destaca também programas de incentivo dos governos para manter áreas virgens e plantar novas zonas.

Outra boa notícia do relatório é que o número de árvores plantadas já é maior que o volume de extração de madeira.  Mas, como nem tudo são flores, a ONU alerta para o desmatamento permanente de lugares no Leste Europeu e em parte do leste americano.

No Brasil

Por aqui, mesmo com a diminuição do desmatamento, ainda há muito a ser feito. De acordo com o Global Florest Watch, 8.7 milhões de hectares da Amazônia brasileira já foram salvos do desmatamento na última década, mas, segundo a ferramenta near time forest monitoring, a cada minuto uma área do tamanho de dois campos de futebol é cortada.

Confira abaixo o video sobre Monitoring Forests in Near Real Time:

 

Se você quer receber atualizações sobre este tema ou outros de nossa página, inscreva-se abaixo:
Receba boas notícias em seu Email


Seja o primeiro a comentar Assunto: "O renascimento das florestas mundiais"

Deixe um comentário

Translate »