País erradica transmissão de HIV de mãe para filho

epa04766013 A participant poses for the photo as he sits among lit candles forming a ribbon during the AIDS Candlelight Memorial at a park in Yangon, Myanmar, 24 May 2015. Representatives of Health Department and Non-governmental organizations (NGOs), respective religious leaders and social volunteers attended the ceremony of AIDS Candlelight Memorial Ceremony in Yangon ro raise awareness for HIV.  EPA/LYNN BO BOepa04766013 A participant poses for the photo as he sits among lit candles forming a ribbon during the AIDS Candlelight Memorial at a park in Yangon, Myanmar, 24 May 2015. Representatives of Health Department and Non-governmental organizations (NGOs), respective religious leaders and social volunteers attended the ceremony of AIDS Candlelight Memorial Ceremony in Yangon ro raise awareness for HIV. EPA/LYNN BO BO
Visualizado 1.555 vezes

Cuba é a primeira nação a receber certificado da OMS

(ANSA) – Cuba é o primeiro país do mundo a receber o certificado da Organização Mundial da Saúde (OMS) de eliminação da transmissão de mãe para filho do vírus HIV e da sífilis. O anúncio foi feito nesta terça-feira (30) pela própria entidade.
“Eliminar a transmissão de um vírus é uma das maiores vitórias que se pode obter em termos de saúde pública. Essa é uma grande vitória na nossa luta contra o HIV e um passo importante rumo a uma geração livre da Aids”, declarou Margaret Chan, diretora-geral da OMS.
Segundo a organização, todos os anos, 1,4 milhão de mulheres soropositivas espalhadas pelo mundo dão à luz. Sem o tratamento adequado, o risco de transmissão do vírus durante a gravidez, o parto e o aleitamento varia entre 15% e 45%. Do contrário, esse número cai para 1%. (ANSA)

Se você quer receber atualizações sobre este tema ou outros de nossa página, inscreva-se abaixo:
Receba boas notícias em seu Email


Seja o primeiro a comentar Assunto: "País erradica transmissão de HIV de mãe para filho"

Deixe um comentário

Translate »