Refugiados no Brasil ensinam idiomas e criam intercâmbio cultural

AbracoCultural3-628x300
Visualizado 833 vezes

Com a intenção de promover troca de experiências e geração de renda para refugiados, o projeto Abraço Cultural oferece cursos de francês, inglês, espanhol e árabe, além de vivências ligadas a música, história, política e festas típicas de vários países.

As aulas são ministradas pelos próprios refugiados, mas voluntários de diferentes áreas também contribuem para a execução das atividades.

A iniciativa é coordenada pela plataforma social Atados e tem parceria com a Adus (Instituto de Reintegração do Refugiado Brasil), com a BibliASPA (Biblioteca e Centro de Pesquisa América do Sul) e com a SP Escola de Teatro. As 36 novas turmas terão início em setembro, na cidade de São Paulo, mas o curso pretende ser replicado em outras localidades. De acordo com os organizadores, a ideia é estimular a valorização pessoal e cultural dos professores, além de oferecer uma alternativa a mais para a comunidade local.

Assista ao vídeo do projeto:

 

Se você quer receber atualizações sobre este tema ou outros de nossa página, inscreva-se abaixo:
Receba boas notícias em seu Email


Seja o primeiro a comentar Assunto: "Refugiados no Brasil ensinam idiomas e criam intercâmbio cultural"

Deixe um comentário

Translate »