• 9 de dezembro de 2021 00:25

A Europa quer acabar com o desperdício de comida no mundo

jul 29, 2015 , , ,

Diversas organizações tentam solucionar no Velho Continente o que é um problema humano brutal: a fome no planeta

Estima-se que perto de 800 milhões de pessoas passem fome no mundo de acordo com a FAO (Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura). Como se não bastasse a falta de comida para um número de pessoas que equivale a 4 vezes a população brasileira, o mesmo estudo da FAO aponta que um terço dos alimentos produzidos para consumo humano é desperdiçado.

Em recente publicação, os fundadores do Dive in Social, Cacau Araújo e Renato Russo, contam que várias organizações europeias pensam uma solução para amenizar o problema.

Um exemplo é o movimento FSE. A rede conecta empreendedores engajados com a causa do desperdício, encontrando maneiras para trabalhar com os excedentes na cadeia de produção alimentar. Outra iniciativa é a ReFashionReFood, que promove a administração de desperdício e uma sociedade colaborativa por meio de plataforma online e um festival anual.

Já o Restlos Glücklich é um projeto incubado pelo Social Impact Lab, de Berlim, que tem trabalhado para conseguir abrir um restaurante que usa apenas ingredientes que seriam jogados fora por não estarem de acordo com os padrões estéticos.

Deixe um comentário