Adolescentes estão construindo sua própria escola de balé no Complexo do Alemão

O financiamento coletivo criado depois do lançamento do documentário da VICE ‘Balé & Balas: Dançando pra Fora da Favela’ levantou dinheiro suficiente para a escola Na Ponta dos Pés construir seu próprio centro comunitário.

No documentário Balé & Balas: Dançando pra Fora da Favela, lançado ano passado pela VICE, a bailarina brasileira Tuany Nascimento conta a história da Na Ponta dos Pés – uma escola de balé que ela fundou no Complexo do Alemão, um das maiores favelas do Rio de Janeiro.

Quando o documentário saiu em outubro, lançamos uma campanha de financiamento coletivo para ajudar Tuany a construir um centro comunitário em seu bairro. A campanha atingiu seu objetivo de £5 mil [cerca de R$25 mil] em apenas uma semana, com mensagens de apoio vindo do mundo todo. O dinheiro levantado quase dobrou desde então.

A construção do centro comunitário começou no final de fevereiro e o local finalmente está tomando forma. Isso não poderia acontecer numa momento mais importante, com as autoridades praticamente sancionando a violência policial no Rio, e esse prédio vai funcionar como um santuário para Tuany e suas alunas.

“Neste momento para o Brasil, construir nosso espaço é mais que a realização de um sonho – é um poderoso grito de resistência”, disse Tuany, que começou a documentar o progresso do centro no Instagram, postando fotos de suas alunas transportando blocos e sacos de cimento pelas ruas estreitas da favela. Para deixar sua marca no prédio, as garotas escreveram seus nomes em alguns dos blocos e coloraram cartas sobre suas ambições nos vãos das paredes.

“Este é um lugar para protagonismo e força”, continuou Tuany. “O centro cultural Na Ponta dos Pés é mais que apenas sobre dança – é uma prova de que podemos fazer qualquer coisa.”

Fonte: Vice

Se você quer receber atualizações sobre este tema ou outros de nossa página, inscreva-se abaixo:
Receba boas notícias em seu Email


Translate »