Boa notícia! WhatsApp vai deixar você enviar fotos com mais rapidez

Boa notícia! WhatsApp vai deixar você enviar fotos com mais rapidez
Avalie este conteúdo

O WhatsApp começou a enviar aos usuários nesta semana uma atualização que deixará você enviar fotos com mais rapidez pelo aplicativo. A novidade já começa a chegar para usuários iOS com o aplicativo atualizado – para Android, o recurso tem sido espalhado de forma mais lenta.

A mudança feita pelo WhatsApp, segundo o site WABetaInfo, envolve uma função chamada “Predicted Upload” (algo como “previsão de envio”). A ferramenta de certa forma preverá quando uma nova imagem será compartilhada no chat e agilizará um pouco o processo.

Para o usuário, o processo de envio de fotos não mudará. A atualização tem mais a ver com o sistema do próprio WhatsApp, que beneficiará quem utiliza o mensageiro.

Como o nome sugere, o recurso deixa o aplicativo capaz de saber quando uma foto será enviada. A função desse recurso é fazer com que a foto seja enviada antes para os servidores do WhatsApp.

Após você selecionar as imagens que serão enviadas normalmente pela galeria, o WhatsApp te redireciona para uma seção que deixa você editar a foto, não? É aí que está a grande diferença.

Quando o aplicativo te mandar para esta janela, ele já vai enviar de fundo imediatamente a foto para seu sistema. Então, se você clicar em enviar sem modificar a imagem, perceberá que ela já estará enviada para o servidor e ganhará o primeiro tique cinza ao lado da mensagem. Se você descartar a foto antes de enviar, ela será deletada normalmente.

Assim, aquele ícone de carregamento provavelmente não aparecerá mais quando você for enviar a foto, já que ela já estará no sistema do app e já com o primeiro tique. É bom citar, contudo, que ela ainda não terá sido enviada ao seu contato – isso ocorrerá só depois que você clicar em enviar, claro.

A ferramenta funciona tanto em wi-fi quanto na rede de dados móveis apenas para o WhatsApp nos celulares – ainda não está disponível para WhatsApp Web.

Fonte: UOL

Se você quer receber atualizações sobre este tema ou outros de nossa página, inscreva-se abaixo:
Receba boas notícias em seu Email


Translate »