Brasil é ouro na ginástica e no taekwondo do Pan 2019

Avalie este conteúdo

País também conquistou medalhas no tiro esportivo e em provas de ciclismo cross-country

A delegação brasileira conquistou duas medalhas de ouro, uma de prata e duas de bronze no segundo dia de disputas dos Jogos Pan-Americanos de Lima, neste domingo 28. O país chegou ao ponto mais alto do pódio em provas de ginástica masculina por equipes e taekwondo masculino, na categoria até 68 kg.

O ouro no taekwondo veio com Edival Pontes, mais conhecido como Netinho, que conseguiu uma grande virada na final, diante do dominicano Bernardo Pie por 17 a 14.  Netinho é o atual 15º do ranking mundial. O brasileiro foi medalhista de ouro nos Jogos Olímpicos da Juventude em Nanquim-2014 e, no mesmo ano, foi campeão mundial juvenil, se credenciando como uma das maiores apostas na modalidade no Brasil para os Jogos Olímpicos de Tóquio-2020.

O país também ficou em primeiro lugar na disputa da Ginástica Artística Masculina por equipes, com a equipe formada por Arthur Zanetti, Arthur Nory, Caio Souza, Francisco Barretto e Luis Guilherme Porto. Além da medalha de ouro, o Brasil faturou ainda 12 vagas nas finais individuais e se animou para o Mundial, que será disputado em outubro, na Alemanha.


Os 250,450 pontos dariam ao Brasil uma posição jamais conquistada no Mundial, a quinta colocação. Em Doha em 2018, os brasileiros fizeram 243,994 pontos no total e chegou perto da marca histórica. Falhas individuais acabaram custando ao país o resultado marcante e a equipe terminou em sétimo lugar.

Provas de ciclismo cross-country renderam outras medalhas a brasileiros neste domingo. O ciclista Henrique Avancini, 30 anos, terminou a prova masculina do mountain bike em segundo lugar, ficando com a medalha de prata da categoria. Mais cedo, Jaqueline Mourão, 43 anos, já tinha faturado a medalha de bronze do cross country feminino.

O Brasil também subiu ao pódio no tiro esportivo. O veterano Júlio Almeida, que completará 50 anos em setembro, faturou o bronze na prova pistola de ar 10 metros, com pontuação total de 217,3. O ouro ficou com o cubano Jorge Potrillé (237,3) e a prata, com o americano Nickolaus Mowrer (236,7). Foi a sétima medalha de Almeida em Jogos Pan-Americanos. Na última edição, em Toronto-2015, ele conquistou o ouro na pistola livre 50m.

Fonte: Veja

Se você quer receber atualizações sobre este tema ou outros de nossa página, inscreva-se abaixo:
Receba boas notícias em seu Email


Translate »