Carros voadores estão perto de se tornar uma realidade (e são apenas uma das novidades)

Carros voadores estão perto de se tornar uma realidade (e são apenas uma das novidades)
4 (80%) 2 votes

Confira como será o futuro dos transportes para jornadas de curta, média e longa distância.

O futuro que estamos acostumados a ver somente nas obras de ficção está cada vez mais próximo da nossa realidade. Muitas empresas investem atualmente em novas formas de transporte, para conseguir encurtar as distâncias — sejam elas curtas, médias ou longas. Um dos anúncios mais recentes em relação ao tema foi o da Boeing, que apresentou no último mês um conceito de aeronave hipersônica capaz de ligar Nova York a Londres em apenas duas horas. Esse e outros avanços em termos de mobilidade, que parecem não ser mais uma simples promessa, foram listados por David Alexander, diretor da SAE Aerospace Standards (uma associação internacional de engenheiros), em artigo publicado no site do Fórum Econômico Mundial. Alexander mostra como o futuro dos transportes está muito mais próximo do que imaginamos.

No ano passado, o Uber anunciou que pretende lançar seu serviço de carros voadoresem Los Angeles (EUA) em 2020. No projeto UberAir, a empresa tem como parceiros a Nasa, que auxiliará em estudos sobre a gestão do espaço aéreo, e a Embraer. As operações comerciais do serviço estão previstas para 2023. Outra iniciativa para transformar o deslocamento em distâncias mais curtas é a da fornecedora de scooters elétricos Bird, que arrecadou US$ 115 milhões em financiamento de capital de risco, para se expandir nos Estados Unidos.

Outros avanços também estão acontecendo em relação a aeronaves elétricas. Segundo Alexander, diversos atores da indústria trabalham atualmente para obter melhorias nas baterias. Além disso, debates estão sendo promovidos com reguladores para tratar tanto sobre as questões de segurança como sobre os ruídos causados pelos objetos voadores.

O Hyperloop é outra solução que está em desenvolvimento e deve “completar o mix de transporte multimodal do futuro”, segundo o diretor. Trata-se de uma forma experimental de transporte, idealizada pelo empresário Elon Musk, que envolve cápsulas magnetizadas para deslocar passageiros, que se movimentam em túneis com baixa pressão a mais de 1 mil quilômetros por hora. Segundo os planos do projeto, será possível realizar um trajeto de 150 quilômetros em 25 minutos na Índia na próxima década.

Para longas distâncias, os planos da indústria também são ambiciosos. A startup Boom é uma das envolvidas no mercado e já conta com uma encomenda de 20 aeronaves supersônicas de 55 lugares feita pela Japan Airlines. A fabricante Lockheed Martin e a Nasa também estão trabalhando em protótipos supersônicos.

A SpaceX, por sua vez, planeja viagens de passageiros usando mísseis balísticos, que transportarão as pessoas ao redor do mundo. Com a solução, o tempo de viagem de Nova York a Paris seria de apenas 30 minutos, a uma velocidade de 27 mil quilômetros por hora.

Fonte: Época Negócios

Se você quer receber atualizações sobre este tema ou outros de nossa página, inscreva-se abaixo:
Receba boas notícias em seu Email


Translate »