Casal de Roraima cria barraca sem atendimento e lucra apostando na honestidade

Ao compartilharmos histórias de corrupção e imoralidade estamos reproduzindo uma generalização simplista de que as pessoas são desonestas.

Se enxergarmos as coisas sob uma nova perspectiva, veremos que o mundo está repleto de pessoas honestas. Na pequena cidade de Cacoal – Roraima, o agricultor José Joaquim de Souza e sua esposa, Maria de Lourdes dos Santos, construíram uma barraca de autoatendimento na frente de casa, fomentando a honestidade.

Vendendo produtos como amendoim, cacau, couve-manteiga e pão caseiro, os clientes podem escolher o que quiser e deixar o pagamento dentro da caixa de correio. A barraca foi montada há cerca de um mês e para a surpresa dos mais céticos, a grande maioria das pessoas é honesta e paga por suas compras sem precisar ser fiscalizado.

A decisão de montar a barraca surgiu quando o casal percebeu que havia uma grande quantidade de produtos excedentes da chácara da família. Contra o desperdício e para dar um voto de confiança às pessoas, a barraca não somente funciona, como pode ser um ótimo exemplo para pessoas que pensam em fazer o mesmo.

No entanto, ela funciona como qualquer negócio. O casal anota em um caderno todos os produtos que foram expostos e até hoje não tiveram prejuízo: “Teve um dia que faltou R$ 0,25. No dia seguinte o valor estava na caixinha. A pessoa pagou o valor que havia ficado devendo”, completa Maria de Lourdes.

Ao mostrar que confiamos na honestidade das pessoas, estamos estimulando a mesma: “Têm pessoas boas. Outros deveriam fazer a mesma coisa que nós, pois dando votos de confiança ao ser humano, por mais que já tenha feito algo errado, a pessoa pode pensar em fazer diferente simplesmente por perceber que o outro está confiando nele”. Um exemplo que poderia ser implantado em diversos outros segmentos da sociedade, não é mesmo?

Fonte: Hypeness

Se você quer receber atualizações sobre este tema ou outros de nossa página, inscreva-se abaixo:
Receba boas notícias em seu Email


Translate »