Casal mineiro percorre o mundo à procura de boas ações

Visualizado 2.717 vezes
Casal mineiro percorre o mundo à procura de boas ações
5 (100%) 1 vote

Cansados de ouvir notícias ruins, o casal mineiro Eduardo Xavier e Iara Xavier vendeu tudo o que tinha e partiu em uma viagem de cinco anos pelo mundo, em busca de bons exemplos

Estávamos cansados de ouvir notícias ruins e acreditamos que existem muito mais pessoas do bem do que ações negativas no mundo”, afirma o casal mineiro Eduardo Xavier, 45 anos, e Iara Xavier, 33 anos, que há pouco mais de três anos vendeu tudo o que tinha, juntou economias e partiu em uma viagem de cinco anos pelo mundo em busca de bons exemplos.

“Nós acreditamos que estamos no mundo para contribuir com algo. Então, decidimos descobrir quem são as pessoas que fazem a diferença em suas cidades, compartilhando essas informações nas redes sociais para, quem sabe, motivar outras pessoas a fazer o bem também.”

Com início em 2011, o projeto completou 42 meses de estrada e centenas de eventos registrados e divulgados
Foto: Cacadordebomexemplo/Facebook / Reprodução
Em 42 meses de projeto, os Caçadores de Bons Exemplos percorreram mais de 200 mil km por terra, mar e ar, passando por mais de 570 cidades, em 25 Estados e o Distrito Federal. Atualmente, estão no Rio Grande do Sul, o último Estado brasileiro. “Depois daqui, vamos para o exterior, provavelmente iniciando nossa viagem pelo Uruguai. Passaremos por todos os continentes, visitando 49 países até dezembro de 2015”, explica Iara.

Por meio de um site e de uma página no Facebook, os dois divulgam todos os projetos que encontram com o intuito de que outras pessoas possam conhecê-los e ajuda-los. “Lançamos também um mapa colaborativo que permite que qualquer pessoa cadastre um ‘bom exemplo’ que conhece na comunidade em que vive. Dessa forma, vamos tecendo uma rede do bem”, complementa Iara.

Até agora, o casal catalogou 1.069 projetos, mas diz ter testemunhado diversas ações sociais que, mesmo sendo pontuais, mudam vidas. “Um bom exemplo para nós é sinônimo de transformação. É aquele que faz algo a mais pela comunidade em que vive. É ir além do limite da comodidade e ‘por a mão na massa’ para realmente tentar resolver problemas sociais”, diz a expedicionária.

Os dois vivem do dinheiro do apartamento que venderam e costumam dormir em uma barraca automotiva localizada em cima do teto do carro. Mas, de vez em quando, passam a noite nas casas das pessoas que conhecem pelo caminho ou em pousadas quando convidados. Os projetos visitados não são previamente julgados ou selecionados. A própria comunidade local é que os identifica e faz a indicação.

Sonho antigo
Antigos administradores de empresas, Xavier e Iara tinham um sonho antigo de colocar o “pé na estrada” para descobrir as coisas boas do mundo. Em janeiro de 2011, sem muito planejamento, decidiram que precisavam partir. “Se começássemos a pensar muito em como iríamos viver, certamente desistiríamos”, conta Iara.

Até agora, o casal catalogou 1.069 projetos, mas diz ter testemunhado diversas ações sociais que transformam as suas realidades
Foto: Cacadordebomexemplo/Facebook / Reprodução
A visita aos projetos inclui uma pesquisa sobre o que motivou as pessoas a fazer algo pelo próximo e o que aconteceu em suas vidas que as estimulou a agir em favor do próximo. O que fica de lição é que “o povo brasileiro é muito solidário, precisa apenas direcionar a solidariedade para ações menos assistencialistas e mais transformadoras”, diz Iara. “Mas quando as pessoas nos ligam ou escrevem dizendo que estão replicando as boas ações que divulgamos em suas cidades, isso nos mostra que estamos no caminho certo.”

Fonte: Terra.com.br

Se você quer receber atualizações sobre este tema ou outros de nossa página, inscreva-se abaixo:
Receba boas notícias em seu Email


Seja o primeiro a comentar Assunto: "Casal mineiro percorre o mundo à procura de boas ações"

Deixe um comentário

Translate »