Conheça o exame de glicose que é feito pela pele – sem picada

Conheça o exame de glicose que é feito pela pele – sem picada
4.2 (84%) 5 votes

O sensor para monitoramento do diabetes pertence à classe dos aparelhos eletrônicos “de vestir”.

Um emplastro adesivo, similar a um curativo – isto é tudo o que é necessário para fazer a medição dos níveis de glicose através da pele, dispensando o exame de sangue com picada no dedo.

O adesivo não perfura a pele, coletando a glicose do fluido entre as células através dos folículos capilares, que são acessados individualmente através de uma série de sensores em miniatura, mediante a aplicação de uma minúscula corrente elétrica, fraca demais para ser sentida.

A glicose é recolhida em minúsculos reservatórios, onde é medida. As leituras podem ser feitas a cada 10 a 15 minutos ao longo de várias horas.

A ideia é eliminar a necessidade de milhões de diabéticos realizarem com frequência os testes dolorosos e impopulares.

Uso 24 horas por dia

Graças ao projeto do conjunto de sensores e reservatórios, o adesivo não requer calibração com uma amostra de sangue, o que significa que os testes de sangue com picada no dedo tornam-se de fato desnecessários.

Tendo estabelecido a prova do conceito, Luca Lipani e seus colegas da Universidade de Bath (Reino Unido) esperam que o curativo-sensor possa se tornar um dispositivo de baixo custo que enviará as medições de glicose regularmente para um aplicativo no celular, alertando o usuário quando eles podem precisar tomar alguma medida.

As próximas etapas do trabalho incluem um aprimoramento adicional do projeto para otimizar o número de sensores no emplastro e demonstrar a funcionalidade total em um período de uso de 24 horas.

Fonte: Diário da Saúde

Se você quer receber atualizações sobre este tema ou outros de nossa página, inscreva-se abaixo:
Receba boas notícias em seu Email


Translate »