Creche acolhe gratuitamente cães de pessoas infectadas com o Covid-19

O local, que abriu em fevereiro, oferece serviços e também cursos.

A pandemia de coronavírus já infectou mais de 200 mil pessoas em todo mundo e muitos tutores de cães precisaram ser hospitalizados. Na China, muitos animais foram deixados à própria sorte após seus tutores terem sido internados ou forçados a migrar devido a bloqueios governamentais.

Para impedir situações semelhantes em Portugal, a creche para cães Pet Lovers, localizada em Boavista, informou que acolherá gratuitamente cães tutelados por pessoas infectadas pelo Covid-19.

Segundo Arthur Pugliese, co-fundador da creche, o espaço está disponível para acolher animais durante todo o período da pandemia e informa ainda que podem ir buscar os cãezinhos na casa de tutores que estejam impossibilitados de ir levá-los.

Além de acolher, o Pet Lovers também dará banho e oferecerá todo o conforto que esses cachorrinhos precisam enquanto superam a saudade de seus amigos humanos. O local, que abriu em fevereiro, oferece serviços e também cursos.

Nota da Redação: cães e gatos não pegam nem transmitem o covid-19. Eles podem apenas pegar as versões canina e felina do coronavírus que não são transmissíveis aos humanos, segundo o que  atestam veterinários do mundo todo. O cão de Hong Kong que a princípio mostrou em exames ter “vestigíos” do covid-19, morreu dois dias depois de ser constatado, por meio de testes mais complexos, que ele não portava o coronavírus humano. Ele era um cão idoso, com 17 anos, e os próprios especialistas de Hong Kong declararam que ele deve ter morrido devido ao estresse causado pela distância da família durante a quarentena. No entanto, tutores infectados com convid-19 devem delegar os cuidados aos seus animais a outras pessoas e, se isso não for possível, usar álcool gel antes de acariciar seus cães e gatos, pois, pode haver uma contaminação superficial do pelo desses animais do mesmo modo que haveria num corrimão de escada, por exemplo. A ANDA tem se preocupado em passar as informações corretas, com embasamento da OMS – Organização Mundial da Saúde e de veterinários, a fim de evitar abandono e maus-tratos. Colabore também disseminando as informações corretas!

Fonte: https://www.anda.jor.br/

Se você quer receber atualizações sobre este tema ou outros de nossa página, inscreva-se abaixo:
Receba boas notícias em seu Email


Translate »