Cuidados com a pele para descobrir na quarentena e levar para vida

Compartilhe Boas Notícias

Com mais tempo em casa, as atenções podem ter sido voltadas para os cuidados com a pele do rosto. Talvez, durante a quarentena, ela tenha se mostrado de maneira diferente: mais oleosa ou mais seca que o de costume, com mais cravos ou mais áspera.

Nos consultórios, as queixas de dermatite, caspa, acne e queda de cabelo aumentaram. Muitos desses problemas, segundo dermatologistas, podem ter sido desencadeados pela situação estressante e atípica dos últimos meses.

“A gente teve um aumento e um agravamento, por exemplo, de lesões de acne em pacientes que às vezes não tinham e desenvolveram ou em pacientes que tinham e o quadro ficou mais acentuado”, exemplifica a dermatologista Manoela Fassina, da Clínica Leger.

E isso tem uma explicação simples: nesse tipo de situação, o nosso organismo tende a produzir mais cortisol, hormônio que afeta de forma negativa vários órgãos, inclusive a pele.

Mas não é só o estresse o vilão. Mudanças na alimentação e redução do uso de filtro solar também podem ter desempenhado um papel importante.

Para evitar o agravamento desses problemas, os especialistas recomendam seguir toda rotina de cuidados que era mantida antes da pandemia. Já quem não seguia uma, é importante começar.

Abaixo, citamos alguns passos bem simples, mas extremamente importantes que irão refletir na saúde da pele. Basta dedicar um tempinho a essa rotina. Confira:

Escudo solar

Todo mundo sabe que exposição excessiva ao sol causa queimaduras, manchas e envelhecimento precoce. Por isso, o filtro solar é essencial. Porém, muitos ignoram a importância desse aliado estando dentro de casa. Sim! Mesmo nessa situação é preciso usar o produto.

Embora em menores proporções, continuamos recebemos radiação solar que vem das janelas ou portas. “Se estamos próximo a uma janela, os raios UVB normalmente acabam sendo filtrados, mas os UVA passam e acabam atingindo camadas mais profundas da pele, que causam as manchas e o envelhecimento cutâneo”, explica a médica.

Além disso, a pele também sofre com a exposição à luz branca de LED, lâmpadas, celulares e computadores. Se a pele estiver desprotegida, essa luz também pode causar manchas ou agravar as já existentes.

cuidados com a pele
Crédito: AleksandarNakic/istock. Filtro solar é indispensável mesmo no home office.

Ao escolher um filtro solar, é importante optar por um com fator de proteção alta, como o FPS 50, que seja próprio para o seu tipo de pele. E lembre-se de reaplicá-lo a cada 3 horas.

“De acordo com a Sociedade Brasileira de Dermatologia, a quantidade de protetor solar indicada para cada parte do corpo é uma colher de chá de protetor solar no rosto, no pescoço e na cabeça; uma colher de chá de protetor para a parte da frente do tronco e outra para a parte de trás; uma colher de chá para cada braço; uma colher de chá para a parte da frente de cada perna e outra para a parte de trás de cada perna”, acrescenta a dermatologista.

Limpeza

Tem muitas pessoas que pecam pelo excesso nos cuidados com a pele. Exagerar na limpeza é um dos principais erros cometidos, principalmente, por quem tem a pele oleosa.

O que pode acontecer nesse caso é o chamado efeito rebote. O excesso de lavagem pode alterar a barreira de proteção da pele e aumentar ainda mais a produção de oleosidade. Em outros casos, pode deixar a pele completamente seca e sem vida.

mulher lavando o rosto
Crédito: PeopleImages/istock. Cuidado com o excesso na hora de lavar o rosto.

Além de não exagerar na lavagem do rosto, é preciso cuidado na escolha do sabonete. Aqueles mais agressivos ou com esfoliantes devem ser evitados no dia a dia. Se você tem dúvidas sobre qual o produto mais indicado para o seu caso, é importante a opinião de um dermatologista.

Também é muito importante evitar banhos quentes, que podem remover a barreira protetora da epiderme e provocar ressecamento e até coceira.

Mantenha a umidade

Pele seca tende a evidenciar as rugas e linhas de expressão com muito mais facilidade. Para minimizar isso, é preciso mantê-la hidratada. Um bom creme com umectante consegue reter a umidade na camada superior das células.

hidratando a pele
Crédito: Simarik/istock. Hidratar o rosto ajuda a evitar linhas de expressão.

O produto apropriado para cada pessoa vai depender do tipo de pele. Por isso, vale uma consulta com um dermatologista para receber uma indicação.

Outra dica é ligar o umidificador de ar em dias mais secos para repor a umidade na camada superior da pele.

Essas dicas ajudam muito, mas é fundamental saber que a hidratação não é apenas exterior. Para uma pele saudável e hidratada, também é preciso beber bastante água, cerca de 2 ou 3 litros por dia.

Cuide da alimentação

Existe uma indústria multibilionária dedicada a produtos que mantêm sua pele com a melhor aparência e que afirmam combater os sinais de envelhecimento. Mas os hidratantes só vão até a camada mais superficial da pele, e o envelhecimento se desenvolve em um nível celular mais profundo.

Por isso, o que você come é tão importante quanto os produtos que você coloca na pele. Os alimentos podem melhorar a saúde de dentro para fora, então, é importante ter uma dieta saudável e equilibrada.

alimentação saudável para cuidar da pele
Crédito: Arx0nt/istock. Alimentação saudável reflete na pele.

Para se ter uma ideia, um estudo feito com ratos demonstrou que reduzir a ingestão de calorias retarda o processo de envelhecimento celular. Esta descoberta pode provar ser uma estratégia antienvelhecimento para testar em humanos no futuro.

Segundo observaram os cientistas, a redução do número de calorias consumidas em 35% fez com que os produtores de proteínas das células, chamados ribossomos, ficassem mais lentos e o processo de envelhecimento também desacelerasse.

Além disso, todos sabem que o consumo de frituras e outros alimentos calóricos, como doces, tem um efeito praticamente imediato de deixarem a pele bastante oleosa com maior tendência a acne.

Para recuperar o viço e uma aparência mais saudável, vale investir em alimentos in natura, como frutas, legumes, grãos, sementes e castanhas, por exemplo, e evitar ao máximo os processados, como hambúrguer, ketchup e salgadinhos.

O álcool também deve ficar de fora sempre que possível. A razão é simples: ele é altamente diurético e provoca uma desidratação do organismo, incluindo a pele.

Fonte: https://catracalivre.com.br/saude-bem-estar/cuidados-com-a-pele-para-descobrir-na-quarentena-e-levar-para-vida/

Se curte nosso conteúdo, considere nos ajudar a manter o nosso trabalho diário no ar e continuar levando boas notícias a todos, através do https://mla.bs/d8cdcb20 😊

#jornaldeboasnoticias #boasnoticias #noticiaboa #goodnews #boasacoes #esperança #bonsexemplos #fazerobem #boanoticia #noticiapositiva

Se você quer receber atualizações sobre este tema ou outros de nossa página, inscreva-se abaixo:
Receba boas notícias em seu Email


Translate »