Eles criaram uma fazenda de algas para filtrar poluição em sua praia favorita

Embora a crise climática exija políticas públicas eficazes e empresas impulsionando a tecnologia verde, esforços individuais também são bem vindos e importantes.

Os holandeses Nikki Spil e Sjoerd Laarhoven, residentes de IJmuiden, decidiram mudar eles mesmos a triste situação de sua praia favorita, que estava suja e repleta de lixo flutuando. Antes intocada, hoje esta praia é local de despejo de lixo industrial. Inconformados com a situação, eles passaram a cultivar algas, que não somente ajuda a filtrar a poluição das águas, como também estão sendo usadas para criar um bioplástico e fertilizantes naturais.

“Se você está constantemente nessa área, pode literalmente ver a poluição passar. Especialmente em dias de tempestade, não há maneira de contornar isso. Sjoerd e eu nos perguntamos se havia algo que poderíamos fazer para resolver esse problema”, explicou Nikki. A resposta para o descaso das grandes empresas foi criar a Sea Farm Ijmond, uma espécie de fazenda costeira, que pretende oferecer novas soluções às questões ambientais. Segundo os fundadores: “As pessoas costumam pensar que as árvores podem fornecer ao mundo a maior quantidade de oxigênio, mas na verdade são as alga os pulmões da Terra”.

Além disto, as algas também são um filtro natural de poluentes e são usadas como tratamento para pacientes com intoxicação por metais pesados. As algas, se secas e processadas adequadamente, podem ser usadas para substituir o plástico de muitos utensílios domésticos comuns. Hoje, eles já fizeram parcerias com algumas empresas produtoras de bio-polímero para criar uma rede conhecida como 3D Bakery. Este material já está sendo usado para produzir itens, como xícaras, pratos, vasos de flores e até mesmo mesas.

Depois de coletadas, a planta aquática é enviada para uma refinaria na cidade de Petten. Lá, as algas são transformadas em fertilizantes naturais e preparadas para se transformar em bioplástico. Muitas vezes, a própria natureza nos oferece soluções para a crise ambiental. Basta unir pessoas comprometidas e criatividade!

Fonte: Hypeness

Se você quer receber atualizações sobre este tema ou outros de nossa página, inscreva-se abaixo:
Receba boas notícias em seu Email


Translate »