Filtro dos Sonhos é novidade desta edição do Muxirum Cultural

Filtro dos Sonhos é novidade desta edição do Muxirum Cultural
Avalie este conteúdo

Neste fim de semana tem Muxirum Cultural no Pantanal Shopping. De sexta-feira (23) a domingo (25), na Praça de Alimentação, artesãos locais expõem, divulgam e comercializam diversos produtos, que vão desde artesanatos até doces regionais. E a novidade desta edição é o artefato indígena Filtro dos Sonhos, reproduzido pela artesã Day Anna Lima. No Filtro dos Sonhos, o círculo representa o ciclo da vida; a teia, os sonhos construídos ao longo da vida; e os adereços, como penas ou pedras, representam o ar ou a respiração. Eles devem ser colocados na janela onde a luz bate pela manhã, para que os maus sonhos sejam destruídos e ele possa funcionar normalmente na noite seguinte.

No espaço, os visitantes ainda encontram violinhas de cocho; artesanato em madeira; arte em jornal, tecidos e biscuit; luminárias em cano PVC; mandalas da fé; telhas regionais e religiosas; brinquedos inteligentes em madeira; bonecas de pano; adesivos para unha alusivos à Copa do Mundo; e os deliciosos doces regionais.

A mãe, esposa, empresária e artesã de coração, forma como gosta de ser chamada, Day Anna Lima, é apaixonada por artesanato e valoriza todos os trabalhos feitos à mão. Para ela, desenvolver a arte do Filtro dos Sonhos é uma terapia, que envolve e emociona desde os primeiros fios tecidos no aro, seja ele de bambu, cipó ou acrílico. “Busco colocar em cada peça o carinho e atenção que recebo do meu público, expressando a arte em cores, movimentos e formas. E na correria do dia-a-dia, encontro um tempo para dedicar-me à arte de encantar, colorir e alegrar o público por meio de cada peça”, conta a artesã.

O Muxirum Cultural integra o calendário fixo de ações do shopping e ocorre mensalmente na Praça de Alimentação, sempre no último fim de semana de cada mês. No mês de junho haverá uma edição especial para a Copa do Mundo, no período de 11 a 29 de junho.

Sobre o Filtro dos Sonhos

O Filtro dos Sonhos é um objeto indígena nativo da América do Norte. Nos anos 60 e 70, houve uma febre em resgatar costumes dos índios americanos e foi aí que se tornou tão conhecido.

Há várias versões sobre o seu significado, mas a mais forte diz que foi originado na tribo dos índios Ojibwa. Esses índios viviam na região dos grandes lagos da América do Norte e hoje se espalharam pela região do Novo México. Os Ojibwa acreditavam que decifrar mensagens e entender os sonhos era algo muito importante durante o tempo que vivemos na terra e, por isso, o Filtro dos Sonhos é algo tão especial.

Os índios diziam que quando o dia virava noite, o ar ficava muito carregado por diferentes energias, que seriam os sonhos e pesadelos. Cada um dos sonhos teria mensagens e vibrações diferentes, e o Filtro serviria, justamente, para filtrar o ar. A teia do Filtro, quando pendurada, apanha todos os sonhos ainda no ar. Os sonhos bons sabem o caminho para passar pela teia, enquanto os pesadelos ficam presos no círculo até o nascer do sol e desaparecem com a luz do sol nascente. A teia prende as coisas ruins, deixando apenas que as boas vibrações cheguem a quem o possuir.

O Filtro dos Sonhos ainda inspira a visão de mundo e o poder de ir atrás do que se deseja, alcançando os objetivos. Dizem que ele ajuda as pessoas a conseguirem independência e coragem para acabar com as armadilhas criadas por elas mesmas, rompendo a teia da ilusão e construindo novos sonhos, tecendo suas próprias vidas.

Sobre o Muxirum Cultural

Resultado de uma parceria entre o Pantanal Shopping e um grupo de artesãos locais, o Muxirum Cultural nasceu de conversas entre amigos no espaço “Bulixo”, do SESC Arsenal, onde artistas regionais expõem e comercializam seus trabalhos, que vão desde a arte até a culinária. “O que este projeto propõe é a universalização da cultura cuiabana, por meio de mostras, de forma bastante elaborada, mantendo suas características regionais”, explica Enizete Gomes, que idealizou o projeto junto a Benedito Gomes.

Segundo a gerente de Marketing do shopping, Cíntia Tristão, o nome do projeto foi inspirado no termo Muxirum, que, segundo o linguajar cuiabano, significa um trabalho realizado em grupo, em mutirão. “E é isso que temos aqui. A união de várias pessoas para a realização de um projeto cultural. Um Muxirum Cultural!”, comenta a gerente.

Mais informações pelo telefone 3617-4001. Saiba mais sobre o Pantanal Shopping no sitewww.pantanalshopping.com.br e www.facebook.com/pantanalshopping.

Autor: Assessoria
Fonte: O Nortão
Se você quer receber atualizações sobre este tema ou outros de nossa página, inscreva-se abaixo:
Receba boas notícias em seu Email


Seja o primeiro a comentar Assunto: "Filtro dos Sonhos é novidade desta edição do Muxirum Cultural"

Deixe um comentário

Translate »