Gabriel Medina vira no fim e conquista etapa de Teahuppo, no Taiti

Gabriel Medina vira no fim e conquista etapa de Teahuppo, no Taiti
Avalie este conteúdo

A final da etapa de Teahuppo, no Taiti, reservou uma grande atuação de Gabriel Medina, que conseguiu o título no apagar das luzes. O surfista tupiniquim enfrentou o australiano Owen Wright, que estava levando a melhor na decisão. Faltando apenas um minuto para o fim da prova, o brasileiro conseguiu uma onda de 7.33 pontos e ficou com o caneco.

O confronto terminou em 13.50 a 12.07, sendo que essa foi a segunda vez em que o brasileiro conquistou a etapa da Polinésia Francesa – a outra foi há quatro anos, no mesmo ano em que ele conquistou o mundial.

A vitória fica ainda mais relevante pois esse foi o primeiro título na temporada de Gabriel Medina. Com o resultado, ele conseguiu ficar com a segunda posição no ranking geral do Circuito Mundial de Surfe (WSL – World Surf League). O topo da tabela é liderado pelo também brasileiro Filipe Toledo, que parou nas semifinais no Taiti – ele foi derrotado pelo australiano no último sábado.

A próxima etapa acontece entre os dias 6 e 9 de setembro, na piscina de ondas do astro Kelly Slater, na Califórnia. Essa será a primeira vez em que o local receberá uma prova do Circuito de Surf. Lembrando que o mundial termina em dezembro, com as tradicionais provas de Pipeline, no Havaí.

O brasileiro teve a primeira chance neste domingo, ao pegar uma onda de 6.17 pontos. O australiano não deixou barato e conseguiu uma de 6.50, passando à frente do placar. Nos minutos seguintes os atletas encontraram um mar mais calmo, o que dificultou a busca por melhores ondas na água.

Gabriel Medina só pegou sua segunda onda a 16 minutos para o final da etapa. Com alguns equívocos nas manobras, o atleta não conseguiu agradar e ficou com apenas 3.93 pontos, deixando o australiano a 3.60 da virada. Owen ainda encontrou um 4.20 na sequência, passando novamente à frente da bateria.

Faltando nove minutos para o término, o brasileiro entrou em um tubo, mas a onda acabou afunilando. Com isso, Medina perdeu a prioridade nas águas. Com menos de quatro minutos para o encerramento, Gabriel aproveitou suas oportunidades e conseguiu um 7.33. Já o oceânico encerrou com 5.57 e perdeu a vitória nos últimos movimentos.

Fonte: Torcedores

Se você quer receber atualizações sobre este tema ou outros de nossa página, inscreva-se abaixo:
Receba boas notícias em seu Email


Translate »