Japonês de 112 anos é reconhecido como homem mais velho do mundo

Masazo Nonaka recebeu título em cerimônia nesta terça.

Um japonês de 112 anos, nascido meses antes de Albert Einstein ter publicado sua teoria da relatividade, foi reconhecido nesta terça-feira (10) como o homem mais velho do mundo.

Masazo Nonaka, nascido em 25 de julho de 1905, obteve o título após a morte do espanhol Francisco Nuñez Olivera, aos 113 anos, segundo o Livro Guinness de Recordes.

Fazendeiro e lenhador na juventude, Nonaka mais tarde administrou um hotel-fazenda em sua cidade natal de Ashoro, na ilha de Hokkaido, a 900 km da capital Tóquio. Ele criou dois filhos e três filhas.

Nesta terça, Nonaka participou de uma cerimônia com parentes e autoridades para receber o prêmio.

O título do Guinness para o homem mais velho já registrado é de outro japonês, Jiroemon Kimura, que morreu em 2013 com 116 anos e 54 dias.

A pessoa que mais tempo viveu que se tem certificação é a francesa Jeanne Louise Calment, que morreu em 1997 aos 122 anos e 164 dias.

Fonte: G1

Se você quer receber atualizações sobre este tema ou outros de nossa página, inscreva-se abaixo:
Receba boas notícias em seu Email


Translate »