Lei libera entrada de animais de estimação em hospitais

Lei libera entrada de animais de estimação em hospitais
Avalie este conteúdo

Pets devem estar com as vacinas em dia, com a guia e higienizados.

Uma lei que garante e regula a entrada de animais de estimação em hospitais foi sancionada pelo prefeito Marcelo Crivella, nesta quarta-feira. De acordo com o texto aprovado na Câmara Municipal, desde que autorizados pelo médico do paciente e pela comissão de infectologistas das unidades públicas e privadas, os pets poderão visitar os seus donos.

Autor do texto, o vereador Luiz Carlos Ramos Filho, presidente da Comissão de Defesa dos Animais, comemorou: “É uma grande vitória não só para quem defende a causa animal, mas para toda a sociedade. A presença do pet pode melhorar a recuperação do paciente”, explica o deputado.

De acordo com a lei, para que o animal acesse as dependências algumas regras devem ser respeitadas: os animais terão que estar com as vacinas em dia, higienizados, com a guia e a visita seguirá as normas criadas pelo hospital.

“Além de propiciar o exercício de habilidades como coordenação motora fina e percepção, a interação dos pacientes com os pets motiva a concentração e a socialização do indivíduo por meio da interação com os bichos”, afirma Carlos Alberto Chiesa, diretor do Hospital Placi, que já utiliza a terapia animal para a melhora de pacientes.

Para a psicologa e professora de psicologia aplicada, Mônica Portela, hoje os animais podem ter papel fundamental para algumas pessoas. “Cachorros, gatos, passarinhos, ajudam a melhorar essa qualidade de vida. Hoje, algumas pessoas tem os animais como filhos e parentes, por isso o contato com eles pode beneficiar a situação clinica”, diz.

Fonte: Meia Hora

Se você quer receber atualizações sobre este tema ou outros de nossa página, inscreva-se abaixo:
Receba boas notícias em seu Email


Translate »