Mãe cria máscara transparente para ajudar filho surdo na leitura labial; aprenda como fazer

Compartilhe Boas Notícias

Acessórios tradicionais tapam a boca e dificultam a comunicação entre quem não ouve e quem não sabe Libras.

Deficientes auditivos vêm encontrando dificuldades de comunicação nesta epidemia do coronavírus. Como muita gente passou a usar máscara, a leitura labial deixou de existir.

A mãe de um surdo desenvolveu um modelo transparente — e ensinou como fazer.

“É aquela dificuldade para se comunicar por causa da boca”, resumiu a aposentada Edna Brum Lopes. “A audição do Douglas é muito pouca, porque ele tem a deficiência moderada profunda. Então desde 4 anos de idade, ele aprendeu a leitura labial”, disse.

Dona Edna usou materiais simples, que encontrou em casa. A máscara é feita de pedaços de tecido — como as tradicionais. O miolo é feito com um copo de plástico cortado. Depois, ela costurou tudo junto.

“A ideia da Edna, além de ter ficado muito bonita, é excelente!”, elogiou a infectologista Flávia Gibara. “Cumpre completamente com a finalidade da máscara, além de auxiliar os deficientes auditivos a se comunicar com leitura labial”, detalhou.

Comunicação difícil

Surdos contam que uma ida à farmácia pode ser um desafio. O barbeiro Wallace Arthur às vezes tem de fazer uma placa para se fazer entender.

“Às vezes, eu escrevo. Só que a pessoa não percebe e continua falando. E eu não consigo entender. É difícil, vai me dar o remédio errado? Não, não! Isso pode acontecer várias vezes”, explicou.

Wagner Cabral, professor de Libras, passou aperto num supermercado. “A caixa teve que levantar a máscara para a gente se comunicar, o que não é indicado por especialistas”, falou.

Fonte: https://g1.globo.com

Se você quer receber atualizações sobre este tema ou outros de nossa página, inscreva-se abaixo:
Receba boas notícias em seu Email


Translate »