Menina de 12 anos inventou um ursinho que esconde o soro para tranquilizar os pequenos pacientes

Para uma criança, ficar doente e ir para o hospital pode ser uma experiência muito traumatizante. Em vez do conforto de sua casa, ela tem corredores frios ao seu redor; e, obviamente, os tratamentos tornam tudo mais assustador.

Ella Cusano, uma menina de 12 anos de Connecticut, passou por essa experiência aos 7 anos, pois sofria de uma doença autoimune muito agressiva. A partir desse momento, ela começou a entrar e sair de instalações médicas, passando por vários tratamentos. No entanto, a criança queria que a sua condição servisse de inspiração para criar algo bonito e positivo.

Durante as horas passadas nos quartos do hospital, Ella se concentrou em observar os saquinhos de soro, um acessório quase onipresente durante os tratamentos. Lembrou-se que nas primeiras vezes o soro, com todos os tubos e agulhas, a assustara muito. Era possível tornar o saquinho mais agradável aos olhos?

Então a menina pegou uma tesoura e cola quente um dia e começou a trabalhar: E o protótipo “Medi Teddy” saiu, o ursinho que esconde as infusões sem atrapalhar o trabalho das enfermeiras.

Na verdade, o simpático ursinho de pelúcia cobre o saco de soro (e, com ele, os líquidos contidos no interior, muitas vezes desagradáveis de ver), mas deixa aos enfermeiros a possibilidade de controlar o nível e o fluxo nas costas do ursinho.

Dado o entusiasmo dos médicos e do pessoal de serviço com a visão do esboço, a criança decidiu seguir sua ideia, patenteando o pequeno ajudante de pelúcia e lançando uma vaquinha para doá-los a hospitais infantis.

Uma ideia simples que, entretanto, suavizará um pouco a permanência dos pequenos pacientes nos hospitais. Legal né?

Fonte: Olha que Vídeo

Se você quer receber atualizações sobre este tema ou outros de nossa página, inscreva-se abaixo:
Receba boas notícias em seu Email


Comments are closed.

Translate »