• 3 de dezembro de 2021 00:34

Menina de 4 anos doa medula óssea e salva a vida do irmão

dez 15, 2020

Eli Vasquez nasceu com síndrome de Hurler, uma doença genética em que o corpo não produz uma enzima necessária para digerir o açúcar. Esse problema de saúde afeta a pessoa de diversas formas, inclusive, com deficiências físicas.

A salvação de Eli foi a sua irmã, Olivia Vasquez, que apresentou compatibilidade nos exames para doação de medula óssea. E ela não teve dúvida sobre a decisão, que era muito importante para família! Ela fez a doação e salvou a vida do irmão! ❤

irmaos-familia-e1607999770830-3342936

Doença difícil

A síndrome de Hurler trouxe algumas dificuldades para Eli. Os dentes dele começaram a crescer tortos e fora de ordem. Apareceu também um pequeno inchaço nas costas. E seu rosto estava se desenvolvendo de uma maneira completamente diferente.

Eu negava completamente que qualquer coisa pudesse estar errada com nosso bebê”, disse Kelsey Vasquez, mãe de Eli e Olivia. “Não havia nada que realmente interferisse em seu dia-a-dia ou em sua personalidade ou qualquer coisa.

Foram nove meses até que Eli começasse um tratamento para a sua síndrome. Da Califórnia, a família precisou mudar para Minneapolis, onde encontrou médicos especialistas e que traria resultados para o garoto.

E foi quando Eli começou a realizar os testes genéticos para buscar um doador compatível.

irmaos-nev-e1608000274243-6114944

E nessa busca incessante por um doador, aumentava ainda mais a ansiedade da família por um transplante.

‘Vamos fazer isso’

Por não ter cura e pela deformação que a doença provoca, as pessoas que são diagnosticadas com a síndrome de Hurler não têm muito tempo de vida.

Depois de pai e mãe testarem negativo, eles decidiram que levariam Olivia também para realizar o teste.

Quando saiu o resultado, os pais conversaram muito sobre a cirurgia com a filha e pediram permissão para realizá-la.

Ela disse: ‘Sim, vamos lá’. O que ela entendeu da situação foi que seu irmão tinha sangue ruim, o dela era bom e ela iria dar a ele para torná-lo melhor.“, explica Kelsey.

Olívia e Eli então se prepararam para cirurgia de doação de medula óssea no Hospital Infantil Maçônico da Universidade de Minnesota.

irmaos-jardim-9601357

Durante 9 dias, Eli passou por sessões de quimioterapia para matar todas as células-tronco doentes de sua medula óssea e abrir espaço para as células saudáveis ​​de sua irmã.

Logo após a operação, Olivia estava pronta para ir para casa naquela noite, mas ela resolveu fazer companhia para Eli, que acabou ficou internado no hospital por um total de cerca de 21 dias.

irmaos-hospital-e1608001456622-3466987

Olivia e Eli estão bem e muito saudáveis. Cheia de delicadeza, a menina ainda acredita ela e o irmão são a mesma pessoa depois do transplante e adora essa ideia.

Ela está muito orgulhosa de que ele seja feito com as células dela e que ele esteja tão saudável. Acho que o resultado dele não teria sido do jeito que está se não fosse por ela.

Quanto amor!

Fonte: Today e https://razoesparaacreditar.com/irma-doa-medula-irmao/