Jornal de Boas Notícias

Morador da Flórida usa dinheiro de auxílio para fazer horta em casa e alimentar pessoas carentes

Compartilhe Boas Notícias

Michael Chaney sabia que precisava utilizar muito bem o benefício que recebeu do governo nesta pandemia do novo coronavírus. Ele só não esperava que fosse tão longe com sua ideia!

É que temendo a escassez de comida, esse morador da Flórida (EUA) fez uma pequena horta em casa. O ambiente foi ganhando forma e mais variedade de alimentos com o passar dos meses. Hoje, Michael doa suas frutas e legumes e alimenta pessoas necessitadas.

Michael diz que acha importante os benefícios do governo para as pessoas, principalmente as mais carentes, mas reforça que há uma diferença entre receber ajuda e depender dela.

E foi a partir desse pensamento que veio a ideia da horta. Ele viu faltar muitos suprimentos nas prateleiras dos supermercados e pessoas brigando por coisas básicas, como alvejante. Então, sabia que tinha que fazer algo, e logo.

Foi quando passou a refletir sobre sua condição. “Se as lojas não tiverem comida, o que vou fazer? Não sei caçar. Naquela época eu não sabia pescar”, disse. “Eu não conhecia ninguém que cultivasse ou tivesse o conhecimento para cultivar alguma coisa.”

Então, Michael iniciou seu projeto de horta, que batizou de Spirit Mike. O primeiro desafio foi recuperar as terras ao redor de sua casa, que estavam inférteis. Para começar, o rapaz pesquisou o que precisava fazer para adubá-las e comprou alguns vasos, tomates e maçãs.

“Eu faço jardinagem biointensiva, o que significa plantar o máximo que puder em um espaço pequeno“, explicou . “Eu escolhi especificamente esses tipos de frutas [plantas anãs], porque elas crescem rapidamente.”

Diversidade de frutas e legumes

“É muito importante que você planeje seu jardim. Faça sua pesquisa antes de investir um dólar, porque você quer que seu dólar vá o mais longe possível”, disse Michael.

E foi exatamente isso que ele fez. Hoje, a horta já tem couve, mamão, berinjela, cebola, tomate, caju e dezenas de outras plantas. Ele diz que seu jardim acabará cultivando comida suficiente para alimentar uma comunidade inteira. E é essa a intenção!

Além de doar os alimentos, Michael incentiva qualquer pessoa que receba qualquer assistência do governo a pensar a longo prazo sobre a segurança alimentar. “Se você usar essa ajuda do governo, tudo o que você precisa é de um terreno; aproveite essa assistência e compre 4/5 de plantas por mês e no final do ano você nem precisa mais da assistência. Você tem um pomar.”

Junto com a horta, ele também passou a cuidar de nove galinhas, que comprou por 3 dólares cada. “Meu objetivo é fazer com que minha alimentação custe zero. Então, meus restos de comida vão para o depósito de larvas de mosca, elas comem isso e produzem mais larvas. Essas larvas servem de alimentos para as galinhas. A galinha produz ovos, que eu como e vendo; a vida é boa!”, riu.

Fonte: https://razoesparaacreditar.com/homem-usa-dinheiro-auxilio-cria-horta/

Sair da versão mobile