Motorista de ônibus “querido” ganha festa de aniversário surpresa de passageiros

Motorista de ônibus “querido” ganha festa de aniversário surpresa de passageiros
Avalie este conteúdo

Usuários do transporte público coletivo resolveram agradecer pela gentileza do motorista com uma festa surpresa dentro do ônibus, no Terminal de Integração da cidade.

Usuários do transporte público coletivo de Campina Grande resolveram agradecer pela gentileza de um motorista fazendo um aniversário surpresa para ele. A festa aconteceu na noite da sexta-feira (26), no Terminal de Integração da cidade.

Motorista de ônibus da linha 092, em Campina Grande, Ramom Pereira ganhou a festa quando fazia o último horário de trabalho, às 23h. O aniversário de 31 anos foi comemorado dentro do ônibus, com todos os passageiros.

“Ele [Ramom] é sempre muito cordial e educado. Sempre recebe todo mundo com um sorriso estampado no rosto”, diz a passageira Itaiçara Fernandes.

Quem organizou a confraternização foi Itaiçara Fernandes de Oliveira, de 49 anos. O motorista dirige para ela pelo menos seis vezes por semana. Uma das atitudes que mais chamou a atenção da passageira foi o modo com que o motorista trata as pessoas idosas. “Mesmo Ramom sendo tímido, é muito fácil criar laços de amizade com ele”, revela.

A surpresa foi planejada dentro do ônibus. Lucimara Tavares Lopes, que conta ser sempre bem recebida por Ramom, diz que a festa foi para simbolizar a amizade que existe entre o motorista e os passageiros. “De tanto perguntar, a gente tava sabendo do aniversário dele. Aí nós resolvemos fazer essa festa surpresa pra marcar e simbolizar a nossa amizade, juntando todo mundo”, relata.

As passageiras organizaram a festa dentro ônibus, sem que o motorista ouvisse. Antes da surpresa, enquanto Ramom não chegava, elas esperavam ansiosas no Terminal de Integração. Para a festa, as amigas preparam bolo e lembrancinhas.

“A gente sabe que a profissão é estressante, mas a gente não pode trabalhar com raiva, nem descontar no passageiro”, afirma Ramom Pereira, motorista de ônibus em Campina Grande.

Ramom diz que não esperava a festa de aniversário e que foi uma surpresa. “Não tenho palavras… Dar bom dia, boa tarde e boa noite às vezes cativa o passageiro e pra mim é um prazer”, diz o motorista.

Para Itaiçara Fernandes, a profissão de Ramom é muito estressante e, mesmo assim, ele trata todos com atenção e carinho. “Ele poderia passar esse estresse do trabalho pra gente, mas nos recebe sempre com um sorriso no rosto, com alegria”, conclui.

Fonte: G1

Se você quer receber atualizações sobre este tema ou outros de nossa página, inscreva-se abaixo:
Receba boas notícias em seu Email


Translate »