Mulheres aprendem a andar de moto na Arábia Saudita

Mulheres aprendem a andar de moto na Arábia Saudita
Avalie este conteúdo

Lei que dá o direito de dirigir veículos a mulheres começa a valer em 24 de junho.

As mulheres da Arábia Saudita se preparam para assumir os volantes de carros e também pilotar motocicletas pelo país. Depois de décadas de vigência, a proibição para mulheres conduzir veículos no país termina em 24 de junho.

“Graças a Deus, a lei que nos permite sentar ao volante foi emitida. Claro que estivemos esperando por esse momento por muito tempo e não podíamos imaginar que ele chegaria. Foi nossa chance”, explica Dua’a Al-Omar, que está praticando treinamento de pilotagem em motocicletas.

As primeiras habilitações para as mulheres foram emitidas durante este mês na Arábia Saudita e isso pode impulsionar o mercado de veículos do país. A expectativa é que cerca de 9 milhões de mulheres possam se tornar novas motoristas ou motociclistas.

“Eu tive a paixão por motocicletas desde que fui apresentada à Harley-Davidson em 2014. Naquela época, a única maneira para estarmos em uma motocicleta era no assento do passageiro. Nós podíamos curtir mas não com as mãos no guidom”, afirma Dua’a Al-Omar.

Fim da proibição

Em setembro passado, o rei Salman decretou o fim do veto a mulheres na direção, que foi mantido por décadas pelos governos muçulmanos mais conservadores.

No entanto, o príncipe Mohammed bin Salman, de 32 anos, é o verdadeiro rosto da revolução social no país e mostra que os jovens estão conseguindo exercer alguma influência.

Para Abdulgader, o dia 24 de junho será marcado por comemoração. “Quero ir à casa da minha mãe e levá-la para um passeio. É o meu plano. Só eu e minha mãe, ninguém mais”, diz.

Fonte: G1

Se você quer receber atualizações sobre este tema ou outros de nossa página, inscreva-se abaixo:
Receba boas notícias em seu Email


Translate »