Policial argentina amamenta bebê desnutrido que foi separado da mãe por ordem judicial

Policial argentina amamenta bebê desnutrido que foi separado da mãe por ordem judicial
5 (100%) 1 vote

Celeste Ayala amamentou um bebê que tinha sido separado de sua mãe por ordem de um tribunal, segundo o “La Nación”.

Um gesto materno de uma policial na Argentina em um hospital de Buenos Aires vem emocionando internautas nas redes sociais.

A policial do Comando de Patrulhas de Berisso, que recentemente deu à luz, pediu permissão para os médicos do Hospital Infantil Sor Maria Ludovica de La Plata para amamentar um bebê que chorava muito. A mulher fazia horas extras naquele momento para uma empresa de segurança que atende a unidade de saúde.

Assim que Celeste escutou o pequeno, pensou que ele pudesse estar com fome e sentiu que podia fazer algo para ajudá-lo. De acordo com o jornal local, a criança tem seis irmãos e estava internada para se recuperar de uma desnutrição.

Um colega de trabalho da policial contou a história em seu perfil do Facebook nesta terça-feira e publicou uma imagem dela amamentando o bebê. O post já ultrapassou 77 mil curtidas e 60 mil compartilhamentos. O policial Marcos Heredia ainda ressaltou que o gesto da colega foi realizado no dia da mulher policial.

“Eu quero publicar este grande gesto de amor que você teve hoje (terça-feira, dia 14) com aquele bebezinho, que sem conhecê-lo, não hesitou por um momento e realizou o ato como se você fosse sua mãe, não te importou a sujeira e o cheiro como os senhores profissionais do hospital expressavam. Coisas assim não são vistas todos os dias”, diz a publicação.

Quiero hacer público este gran gesto de amor que tuviste hoy con ese bebito, que sin conocerlo no dudaste y por un…

Posted by Marcos Heredia on Tuesday, August 14, 2018

Fonte: Extra

Se você quer receber atualizações sobre este tema ou outros de nossa página, inscreva-se abaixo:
Receba boas notícias em seu Email


Comments are closed.

Translate »