Prêmio As Melhores Empresas para Trabalhar chega à nona edição

Visualizado 1.512 vezes
Prêmio As Melhores Empresas para Trabalhar chega à nona edição
Avalie este conteúdo

Ranking que reconhece as companhias com práticas exemplares de gestão de pessoas será divulgado em evento nesta segunda-feira (18)

Uma boa empresa para se trabalhar não é só aquela que obtém altos índices de lucro quando fecha as contas ao final do ano. É bem mais que isso. O lugar onde gastamos pelo menos um terço das nossas horas deve ser acolhedor, permitir boas condições de trabalho e valorizar nossa vida pessoal – aquelas horas que sobram de nossos dias e que dedicamos ao que bem entendemos.

Para reconhecer as companhias com práticas exemplares de gestão de pessoas, ÉPOCA e o Instituto Great Place to Work (GPTW) mantêm há nove anos o prêmio As Melhores Empresas para Trabalhar. As vencedoras da edição 2014 serão conhecidas nesta segunda-feira (18) no evento de premiação em São Paulo.

Para chegar ao ranking, foram analisadas as respostas que 73.690 pessoas deram ao questionário elaborado pela GPTW. Por meio dele, identifica-se a percepção dos funcionários em relação ao ambiente de trabalho, medindo o orgulho e o nível de confiança em relação aos cargos de chefia, entre outros tópicos. Eles também respondem sobre práticas que refletem cultura da empresa, como o cuidado com as pessoas, a abertura para diálogo e escuta, e como contratam e recebem novos trabalhadores.

A novidade da edição deste ano é que as únicas duas questões dissertativas da pesquisa ganharam maior relevância para formar a nota final. Os funcionários são estimulados a escrever o que destacam de mais positivo no trabalho e que ponto poderia melhorar. Em 2013, essas respostas representavam 5% da nota, agora são 11%.

Segundo Bruno Mendonça, responsável pelo conteúdo do Great Place to Work do Brasil, essa mudança traz mais consistência aos resultados. “Ao valorizar a resposta qualitativa, damos margem a uma maior subjetividade na pesquisa e encontrarmos pontos diferenciais nas empresas”, diz.

As vencedoras são divididas em três categorias: Grandes (nacionais e multinacionais com mil funcionários ou mais), Multinacionais Médias (que têm entre cem e 999 empregados) e Nacionais Médias (também com número de funcionários entre cem e 999). Em 2013, os prêmios foram dados respectivamente para Elektro, Google e Acesso Digital.

Outras nove empresas serão destacadas por terem práticas que o GPTW considera essenciais para a construção de ambientes de trabalho: a melhor empresa na prática de contratar, na prática de inspirar, de falar, escutar, agradecer, desenvolver, cuidar, celebrar e compartilhar. E melhores práticas no desenvolvimento e crescimento das mulheres na carreira.

O número de empresas inscritas no prêmio de 2014 foi recorde: 1.276. Em 2013, haviam sido 1.095. O crescimento é constante desde o primeiro ano de pareceria entre ÉPOCA e  GPTW, mostrando que o interesse em fazer parte do ranking das melhores para se trabalhar só
aumenta. Para Mendonça, um dos motivos para o maior interesse das companhias é a participação de suas concorrentes. “O prêmio é uma boa propaganda para as empresas e cada ano está mais disputado. Nenhuma quer ficar de fora”.

Se você quer receber atualizações sobre este tema ou outros de nossa página, inscreva-se abaixo:
Receba boas notícias em seu Email


Seja o primeiro a comentar Assunto: "Prêmio As Melhores Empresas para Trabalhar chega à nona edição"

Deixe um comentário

Translate »