Preocupação ambiental já mudou hábitos de 75% dos consumidores, aponta levantamento

Cuidar do meio-ambiente e salvar o planeta são as pautas mais urgentes da atualidade, e engana-se quem pensa que a população brasileira não sabe disso.

Uma pesquisa realizada pela empresa de estudos com consumidores Toluna em parceria com a Fundação Getúlio Vargas mostrou que 75% das pessoas transformaram de alguma forma seus hábitos de consumo por contar de preocupações com a ecologia e o futuro da Terra.

O estudo envolveu 1034 pessoas de classes sociais diversas entre os dias 28 de outubro e 04 de novembro de 2019 e, dentre os 75% que confirmaram mudanças na maneira de ver e praticar o consumo, 76% afirmaram que tais considerações são definitivas. A pesquisa ainda mostra as motivações mais específicas para tais tomadas de consciência: 70% dos que afirmaram mudanças o fizeram por preocupações com o próprio bem-estar, e 65% incluiram o temor pelas gerações futuras.

Segundo Lucia Barros, professora de marketing da FGV, as mudanças não são homogêneas, e sempre existem segmentos mais dispostos ou com maior facilidade para práticas mais sustentáveis. “As principais mudanças foram em relação a preferência por embalagens recicláveis ou reutilizáveis e redução do uso de plástico, como canudos e copos. No momento que os consumidores optam por uma mudança de comportamento, se dizem pouco dispostos a voltar atrás”, explicou Lucia.

O interesse dos consumidores por temas sensíveis como sustentabilidade, questões sociais e ambientais vem também, segundo a Toluna, sendo cada vez mais percebido pelas próprias empresas, que enfrentam o desafio de se adaptarem de forma autêntica, funcional e verdadeira a essa nova – e urgente – realidade. A pesquisa, intitulada “Sustentabilidade: o impacto no hábito dos brasileiros e nas marcas”, pode ser acessada aqui.

Fonte: Hypeness

Se você quer receber atualizações sobre este tema ou outros de nossa página, inscreva-se abaixo:
Receba boas notícias em seu Email


Translate »