Sistema que resfria cervejas está sendo um sucesso no tratamento de quimioterapia

Sistema que resfria cervejas está sendo um sucesso no tratamento de quimioterapia
Avalie este conteúdo

A solução promete frear a queda de cabelo causada pela quimioterapia.

A invenção foi inspirada no sistema de resfriamento de cerveja e resultou em uma touca que deve ser usada durante o tratamento. De acordo com os fabricantes, o mecanismo já beneficiou mais de 100 mil pessoas, em 64 países, incluindo o Brasil.

Com isso, há uma menor absorção dos fármacos no local, reduzindo os efeitos relacionados à queda de cabelo. Cerca de metade dos pacientes relata que os resultados foram tão satisfatórios que não foi necessário o uso de lenços ou perucas após o uso do equipamento.

Além dos resultados incríveis, a invenção nasce de uma bela história de amor. Tudo começa quando Sue Paxman, a esposa do cervejeiro inglês Glenn Paxman, é diagnosticada com câncer de mama.

Na tentativa de evitar a queda de cabelo da mulher, Glenn decide adaptar o sistema usado para o resfriamento da cerveja, durante o processo de produção da bebida, em um boné que resfriasse o couro cabeludo.

Após anos de testes, a técnica foi sendo aprimorada para chegar aos resultados obtidos hoje. Mesmo assim, a empresa continua investindo em pesquisa com o auxílio de uma equipe multidisciplinar. O objetivo é que 80% dos pacientes apresentem um resultado positivo até 2020.

Fonte: Hypeness

Se você quer receber atualizações sobre este tema ou outros de nossa página, inscreva-se abaixo:
Receba boas notícias em seu Email


Translate »