Startup desenvolve lente de contato “inteligente” para auxiliar pessoas com baixa visão

Empresa recebeu aprovação das autoridades de saúde dos Estados Unidos para testar a novidade como dispositivo médico

Uma empresa emergente focada em “computação invisível”, sediada nos Estados Unidos, revelou nesta quinta-feira (16) uma lente de contato inteligente que oferece uma tela de realidade aumentada no campo de visão do usuário.

A lente de contato Mojo Vision oferece uma tela com informações e notificações e permite que o usuário interaja focando seus olhos em determinados pontos.

As lentes de contato rígidas, que a empresa desenvolve em segredo há uma década, também podem ser usadas para ajudar pessoas com deficiência visual através do uso de sobreposições de imagem aprimoradas e obtiveram aprovação das autoridades de saúde dos Estados Unidos para testá-la como um dispositivo médico.

— A Mojo tem uma visão para a computação invisível, na qual você tem as informações que deseja quando precisa e não é bombardeado ou distraído pelos dados quando não deseja — disse o CEO, Drew Perkins.

“Teleprompter virtual”

Em uma demonstração para um jornalista da AFP, os executivos da empresa mostraram como as lentes de contato podem permitir que os usuários vejam um teleprompter virtual, instruções de navegação ou outras interações que aparecem flutuando no campo de visão projetando uma tela digital LED na retina.

Um usuário, que usa duas lentes que podem receber uma receita de correção, pode “clicar” e se concentrar em um ícone, por exemplo, para iniciar um tocador musical e desligá-lo ao olhar para o outro lado.

A Mojo disse que não tem um calendário para o seu lançamento comercial, mas já recebeu a aprovação da Food and Drug Administration (FDA) americana como um dispositivo “inovador” para testar lentes de contato para ajudar pessoas com deficiências visuais, como degeneração macular ou retinite pigmentosa.

— São pessoas que hoje não são contempladas pela tecnologia — disse Steve Sinclair, vice-presidente sênior da startup sediada em Saratoga, Califórnia.

A empresa, que levantou US$ 100 milhões para desenvolver o projeto, disse que as lentes de contato são projetadas para aumentar a capacidade visual de pessoas com “baixa visão” e podem ajudar na mobilidade, leitura e outras funções.

Fonte: Gauchazh

Se você quer receber atualizações sobre este tema ou outros de nossa página, inscreva-se abaixo:
Receba boas notícias em seu Email


Translate »