Templo Hare Krishna serve até 300 refeições por dia, de graça

Compartilhe Boas Notícias

À medida que o horário de almoço se aproxima, uma fila começa a se formar na Rua Duque de Caxias, no Largo da Ordem, próximo do “Cavalo Babão”.

É que ali fica o Templo Hare Krishna de Curitiba, que há mais de cinco anos realiza distribuição gratuita de alimentos de segunda a sexta-feira, das 12 às 13 horas. E para que esse trabalho continue, os devotos do templo pedem a sua ajuda.

Diariamente, o templo utiliza 12 quilos de arroz, 12 quilos de feijão, 8 quilos de farinha, 10 quilos de macarrão ou vegetais e mais ou menos 250 pratos de isopor para distribuir as refeições. O consumo de descartáveis, no entanto, preocupa os devotos por conta da poluição que acaba gerando. Por isso, o templo pede a doação de pratos de louça, inox ou alumínio, talheres e copos. Além disso, também aceitam doações de alimentos como arroz, feijão e macarrão (sem ovos).

“Temos sete tipos de mães e temos de proteger elas. A Terra, que é uma delas, passa por um momento difícil, uma era de ferro. Nesse momento toda a natureza vai ser destruída e nós, como devotos, temos a missão de amenizar um pouco isso”, explica Vaishnavi Vrinda Devi Dasi. “Como nossa distribuição de alimentos gera bastante lixo, estamos pensando em alternativas para diminuir isso, mas os pratos ecológicos são muito caros pro nosso orçamento. Então pensamos em pratos, talheres e copos que a gente pudesse lavar”.

A arrecadação já teve início e a doação de pratos já atingiu um número considerável (mais pratos, contudo, são bem-vindos). A necessidade maior, agora, é de copos e talheres. “A ideia, em princípio, é fazer uma torneira ali fora, onde cada um lave o que usou para se alimentar”, revela Vaishnavi.

“Na média, de 200 a 300 pessoas se alimentam no restaurante do Templo Hare Krishna todos os dias. Podemos dizer, sem erro, que é o mais ou um dos mais democráticos de Curitiba”.

“Vem tudo o que é tipo de gente. Vem advogados, moradores de rua, viajantes, hippies, estudantes universitários, trabalhadores. Todas as classes de pessoas”, diz a devota. “Nosso objetivo não é só matar a fome de quem não tem (o que comer), mas matar a fome de todos. Esse alimento é primeiro oferecido a Deus, é um alimento espiritualizado. Então todo mundo precisa desse alimento, não só as pessoas mais pobres. É um alimento para a alma”, finaliza Vaishnavi.

Para conhecer mais sobre a filosofia

Quem quiser se inteirar mais sobre a filosofia dos Hare Krishna, além de ter a oportunidade de experimentar as refeições por eles ofertadas, pode participar dos eventos que acontecem de segunda a sexta-feira, a partir das 19 horas, e aos domingos, às 17 horas. Nesses dias e horários o templo de Curitiba oferece festivais gratuitos, com canto de mantra, palestra filosófica e jantar vegetariano.

“Todos estão convidados. É para as pessoas conhecerem um pouco mais da nossa programação, tirar dúvidas. É bem aberto, para as pessoas conhecerem mesmo”, afirma Vaishnavi Vrinda Devi Dasi. “Também fazemos alguns festivais, e a primeira grande festa do ano vai ser no dia 7 de fevereiro (sábado), a partir das 18 horas. O cristão tem um Natal, mas nós temos vários Natais durante o ano e esse é um deles”, explica a devota.

Vaishnavi explica ainda que a distribuição de alimento promovida pelos Hare Krishna faz parte de uma iniciativa internacional do grupo, que tem como missão não deixar nenhuma pessoa num raio de dez milhares ao redor de um templo passar fome. Em todo o mundo, são cerca de 1 milhão de refeições vegetarianas e saudáveis ofertadas por dia, com o objetivo não só de matar a fome, mas também de purificar as pessoas através de um alimento que foi primeiro oferecido a Deus. “Quando a gente canta nosso mantra, estamos pedindo para ser um instrumento do amor de Deus. Então poder participar é uma forma de ajudar os outros e também de me ajudar”.

Distribuição de alimentos vegetarianos

O que é: De segunda a sexta-feira, das 12 às 13 horas, o Templo Hare Krishna de Curitiba realiza distribuição gratuita de alimentos, distribuindo de 200 a 300 refeições por dia.
Quem participa: Qualquer pessoa pode pegar uma refeição, independente de credo ou classe social
Como ajudar: O templo está pedindo a doação de pratos, talheres e copos. Além disso, também aceitam a doação de alimentos como arroz, feijão, macarrão sem ovos, açúcar cristal e óleo. Outra opção é atuar como voluntário, ajudando na distribuição e alimentos.
Endereço: Rua Duque de Caxias, 76 – Largo da Ordem
Mais informações: @harekrishnacuritiba (Página no Facebook)

Fonte: Bem Paraná

Se você quer receber atualizações sobre este tema ou outros de nossa página, inscreva-se abaixo:
Receba boas notícias em seu Email


Translate »