Sorria, sorria e sorria!

Sorria, sorria e sorria!
Avalie este conteúdo

Sorria, você está sendo filmado! Sorrir é melhor que chorar. Sorrir é o remédio da alma. Sorria, a vida continua!

Essa semana li tantas coisas sobre sorrir que minha mão coçou para escrever esse artigo. O que mais reparei nesses últimos tempos é o quanto as pessoas dizem para sorrir, mas como fazem pouco isso. Tem gente que se recusa a dar um sorriso no início do dia e não sabe o quanto isso irá fazê-lo feliz. Um sorriso traz mais alegria para quem dá do que para quem recebe. Eu garanto.

Eu acredito que sorrir, além de fazer bem para a alma, faz bem para saúde. Eu não posso comprovar com números e estatísticas, mas posso sentir. Quanto eu acordo animado, sorrindo, brinco e faço piada o dia todo, reparei que meu sono no decorrer da noite é bem mais tranquilo. Dá uma canseira boa. Aquele sono profundo, sem preocupação, que a gente costuma sentir só quando criança. Resumindo, eu durmo como uma pedra. Já reparei que para a alma ele resolve tanto quanto abraço de mãe.

Martin Luther King foi muito feliz ao dizer:

“Pouca coisa é necessária para transformar inteiramente uma vida:
amor no coração e sorriso nos lábios”.

Sorria para ver. O dia parece mais claro, mesmo quando nublado. Seus amigos parecem mais próximos, mesmo estando longe. Não sei explicar bem, só sei que dá uma paz, uma tranquilidade. É tipo a sensação de amor correspondido. E caso ainda não tenha tido esse amor, sorria mais ainda.

Sei que às vezes não é fácil sorrir, que a época não está boa nem mesmo para um sorriso maroto. Sei que muitas vezes sorrimos quanto o coração está despedaçado. Agora um fato interessante: quando sorrimos na tristeza, é claro que ela não se apaga, mas garanto que abranda. Movimentar os músculos faciais para preparar nem que seja um sorrisinho de leve já melhora o astral. Penso que isso ocorra porque se você dá um sorriso, você recebe outro, outro e outro. É um ciclo. Aí a vida vai se alegrando, a tristeza se apagando e o coração rejuvenescendo. É isso mesmo, o coração tem uma incrível capacidade de renascer das cinzas, é tipo a fênix. E nada melhor que sorrir para dar uma mãozinha ao coração partido.

Creio que já expliquei bastante sobre os benefícios do sorriso, bem como muita gente costuma comentar por aí. Eu sugiro que agora você não fale sobre ele, mas o passe para frente. Sorria quando for filmado, nem que seja para alegrar os seguranças que estão assistindo e que rirão de você. Eles ficarão mais alegres e transmitirão isso a própria família. Viu bem como é um verdadeiro ciclo? Sorria se seu coração estiver machucado pelos mais diversos motivos. Ele melhorará rapidamente. Sorria para seu filho e sua esposa ao acordar, aos seus colegas de trabalho e você poderá observar o quanto o ambiente que te rodeia estará mais feliz.

Caso não tenha o hábito de sorrir com frequência, só digo uma coisa: aprenda! Nada faz tão bem a você e ao mundo. Eu sei que muitas vezes a vida é dura e às vezes sorrir parece uma bobagem, mas não é. Sorria o máximo que puder. Dê gargalhada do Chaves ou da piada de um amigo. Não tenha vergonha. Vergonha mesmo é ser triste.

E é isso. Comece a sorrir agora, mesmo que te chamem de bobo alegre. Sorrir é tão bom que Martin Luther King foi muito feliz ao dizer que “Pouca coisa é necessária para transformar inteiramente uma vida: amor no coração e sorriso nos lábios”.

FIRMINO JÚNIOR, bambuiense, é professor na PUC Minas e no Instituto Federal, também jornalista e escritor, tem mestrado na área de Comunicação. Contato: firmino.junior@yahoo.com.br 

fonte: http://www.clicfolha.com.br/

Se você quer receber atualizações sobre este tema ou outros de nossa página, inscreva-se abaixo:
Receba boas notícias em seu Email


Seja o primeiro a comentar Assunto: "Sorria, sorria e sorria!"

Deixe um comentário

Translate »