Ciência









As incríveis vidas das filhas de Marie Curie, 1ª mulher a vencer o prêmio Nobel

Mas embora ela não tivesse conquistado tal honraria, sem Eve, o mundo não saberia tanto sobre sua mãe, a primeira mulher a ganhar o Prêmio Nobel — e a única a realizar o feito em dois campos diferentes da ciência. Eve se encarregou de escrever a biografia de Marie Curie, que nos últimos anos de vida encontrou nela, sua filha mais nova, uma confidente. O relacionamento da física e química polonesa com as duas filhas era tão fascinante quanto a vida de cada uma delas. Irene se tornou uma renomada cientista — e, junto com o marido, conquistou o Prêmio Nobel de Química em 1935. Eve, que chegou a ser considerada uma das mulheres mais bonitas de Paris nas décadas de 1920 e 1930, foi uma aclamada escritora e ativista dos direitos humanos. Com cada uma, Marie Curie construiu um vínculo diferente. E se algo se destacava nas duas irmãs, era o quanto eram diferentes uma da outra. Marie Curie, a mãe Muito já foi escrito sobre Marie Curie, a extraordinária cientista, mas talvez não tanto sobre Marie Curie, a mãe. 2 de 5 Marie Curie com as filhas — Irene nasceu em 1897, e Eve em 1904 — Foto:…





Translate »