Você sabia que é possível se casar no Cristo Redentor e o preço não é alto?

Visualizado 172 vezes
Você sabia que é possível se casar no Cristo Redentor e o preço não é alto?
Avalie este conteúdo

Quem quiser fazer o enlace lá deve se preparar para escolher bem os convidados; isso porque o local tem capacidade para apenas 37 pessoas.

Ocorrida na última terça-feira (24), a união entre a modelo brasileira Michelle Alves e Guy Oseary, empresário da cantora Madonna, aos pés do Cristo Redentor, no Rio de Janeiro, foi apontada como casamento do ano. Apesar de parecer luxuoso e dar uma ideia de exclusividade, o espaço, porém, pode ser reservado por qualquer pessoa por um preço relativamente acessível.

A cerimônia pode ser realizada em qualquer dia da semana, sempre a partir das 17h, no cartão-postal, uma das sete maravilhas do mundo moderno, pelo valor de R$ 2.300. Os agendamentos para a solenidade são feitos por meio do site do Cristo Redentor.

Entretanto, quem quiser se casar por lá deve se preparar para escolher bem os convidados. Isso porque o local tem capacidade para apenas 37 pessoas.

Além de casamentos, a área do Cristo Redentor também pode ser reservada para a realização de batizados e missas.

Trâmites

Logo após o preenchimento dos dados no site, um e-mail automático será disparado para o endereço eletrônico. Porém, a data ainda não estará reservada. Dentro de um prazo de, no máximo sete dias, será enviado outro e-mail, pela secretaria do Santuário do Cristo Redentor, com informações precisas. A partir daí, sim, o casamento, batizado ou missa estará agendado.

Na data prevista, o evento ocorrerá na Capela Nossa Senhora Aparecida, que fica aos pés do Cristo, no alto do Corcovado, a 709 metros acima do nível do mar. A ornamentação do local e a música ambiente estão inclusos no valor.

Após a cerimônia, caso os recém-casados desejem e tenham contratado serviços de fotografia e filmagem (que não são fornecidos pela organização) podem desfrutar da beleza do monumento e também do cenário natural do Parque Nacional da Tijuca, para fazer as belas imagens.

Fonte: O Tempo

 

Se você quer receber atualizações sobre este tema ou outros de nossa página, inscreva-se abaixo:
Receba boas notícias em seu Email


Translate »