Projeto Braille Bricks transforma LEGO em ferramenta de alfabetização para crianças cegas

BrailleBricks01
Visualizado 1.080 vezes

Vem aí o Lego que ensina a escrever em braille

Os Braille Bricks são semelhantes às peças de Lego, com uma diferença: cada uma traz uma letra em Braille na parte superior. A iniciativa brasileira, sem fins lucrativos, quer alfabetizar crianças cegas de um modo mais fácil e divertido.

Não fosse a disposição das bolinhas de encaixe na parte de cima das peças, e um conjunto de Braille Bricks passaria por um conjunto de Lego convencional. Mas aqui, cada peça representa uma letra ou um sinal gráfico e pode ser combinada com outras peças para compor as letras.

Ao passo que cometer um erro nas máquinas de escrever pode significar recomeçar todo o processo do zero, já que aí o papel é perfurado a cada letra digitada, com os Braille Bricks esta tarefa transforma-se num processo de montagem e desmontagem de letras e palavras, mais fácil e divertida.

O projeto, sem fins lucrativos e sob a licença Creative Commons, ainda não tem uma data de lançamento definida. Criado pela Fundação Dorina Nowill para Cegos, em parceria com a agência Lew’Lara/TBWA, é agora necessário um patrocinador que ajude os Braille Bricks a avançar.

Braille-Bricks-Frame04

O que o tradicional design das peças de LEGO tem a ver com quem não enxerga? Tudo, oras. Tire um pino ou outro das blocos de montar e você tem um alfabeto Braille.

Foi esse o insight do projeto experimental Braille Bricks, criado pela Lew’Lara/TBWA em parceira com a Fundação Dorina Nowill para Cegos. A proposta é transformar o brinquedo em uma ferramenta de alfabetização e inclusão de crianças cegas, funcionando como complemento aos livros e apostilas durante o aprendizado.

No vídeo abaixo, a agência e ONG mostram a reação das crianças em contato com o blocos adaptados, que convidam as pessoas a promoverem a ideia através da hashtag #BrailleBricksForAll. Seria uma forma de pressionar as fabricantes (alô, LEGO), que poderiam produzir as peças em escala global. O registro do produto está disponível através de Creative Commons.

Fonte: http://www.b9.com.br/ e http://boasnoticias.pt/

Se você quer receber atualizações sobre este tema ou outros de nossa página, inscreva-se abaixo:
Receba boas notícias em seu Email


Translate »