Garis acham bolsa com mais de R$ 1 mil e devolvem ao dono

Avalie este conteúdo

Homem perdeu bolsa com dinheiro da aposentadoria da mãe em Santa Luz. Funcionárias da limpeza municipal encontraram quantia quando varriam ruas do centro da cidade.

Duas garis que trabalham na limpeza das ruas da cidade de Santa Luz, a cerca de 275 km de Salvador, encontraram uma bolsa com R$ 1.070 e devolveram ao dono. O homem que perdeu a bolsa é o lavrador Petrônio Brito.

Ele havia retirado uma quantia para a mãe, uma idosa de 80 anos, e perdeu a bolsa, na última sexta-feira (31). O objeto foi encontrado no sábado (1º), por volta das 5h30, quando as garis começaram a varrer o centro da cidade.

“Minha colega achou e ficou desconfiada do que era. Olhamos ao redor e não tinha ninguém. Ficamos com receio de abrir. Ela [a colega] chegou a apertar a bolsa com o cabo da vassoura. Depois decidimos abrir, vimos o dinheiro, conta de luz e até uma receita médica”, contou a gari Irenildes Ferreira Lopes.

Ela trabalha como gari em Santa Luz há dois anos e disse que nunca tinha acontecido algo parecido com ela. A funcionária disse que ficou assustada inicialmente e até preocupada com o que poderia ter na bolsa. No entanto, depois ela disse ter ficado feliz e aliviada por ter ajudado uma pessoa.

“Ele achava que não ia mais recuperar. Quando ele falou que o dinheiro era da mãe, que tem 80 anos, mesma idade da minha, eu me emocionei. Fiquei pensando que ali era o dinheiro dela para pagar as contas e fazer a feirinha. Se não tivesse achado o dinheiro, como iria passar o mês? Foi isso que fiquei pensando. Ainda bem que achamos”, contou Irenildes.

Após as trabalhadoras encontrarem a bolsa com dinheiro, elas procuraram ajuda do chefe do setor pessoal da limpeza da Prefeitura de Santa Luz, Lucival Moreira, para poder devolver a quantia ao dono.

“Elas [as garis] me ligaram contando [o ocorrido] e eu pedi para que levassem a sacola para o setor. Lá, nós achamos um recibo de luz e uma receita médica no nome do rapaz [Petrônio]. Eu identifiquei ele de um povoado chamado Casa Velha, aqui perto da cidade. Vi o nome dele na receita, tentei entrar em contato no sábado, mas não conseguimos, até que na segunda-feira ele ficou sabendo da nossa procura, apareceu aqui e devolvemos o dinheiro e os objetos”, relatou Moreira.

Lucival disse que o lavrador contou em conversa com ele que só sentiu falta da bolsa quando chegou em casa. O rapaz ainda retornou para a cidade após dar falta do objeto, mas a bolsa já tinha sido recolhida pelas garis e ele achou que não encontraria mais o dinheiro.

Fonte: G1

Se você quer receber atualizações sobre este tema ou outros de nossa página, inscreva-se abaixo:
Receba boas notícias em seu Email


Translate »