Netflix oferece um ano de licença paternidade a seus funcionários

1438780232_488846_1438780403_noticia_normal
Visualizado 1.458 vezes

Empresa espera que outras companhias do Vale do Silício sigam seu exemplo

A Netflix não está inovando somente no setor de distribuição de conteúdo audiovisual. A companhia de Los Gatos agora desafia as grandes corporações dos Estados Unidos em questões trabalhistas, ao oferecer a seus cerca de 2.000 funcionários licenças maternidade e paternidade remuneradas pelo tempo que precisarem durante o primeiro ano de vida do bebê. O mesmo valerá para as adoções.

Tawni Cranz, responsável por captar e manter os profissionais, fez o anúncio no blog da empresa. Explicou que a intenção é “eliminar” uma preocupação constante dos funcionários que desejam ser pais, mas não dão esse passo por questões profissionais ou puramente financeiras. A intenção é que, dentro desse prazo, os pais possam retomar seu trabalho em tempo integral ou em meio período.

A Netflix já permite férias ilimitadas para os assalariados que cumprem as metas estabelecidas, uma iniciativa que acaba de ser adotada pelo conglomerado industrial General Electric. A SpaceX, companhia espacial fundada por Elon Musk, mantém creches em seus escritórios para ajudar seus funcionários a conciliar a vida profissional com a familiar.

“A experiência demonstra que as pessoas têm melhor rendimento no trabalho quando não precisam se preocupar com o lar”, afirma Cranz, que espera que a iniciativa sirva de exemplo a outras empresas tecnológicas, onde os funcionários enfrentam a mesma preocupação apesar dos salários altos. A Microsoft respondeu em poucas horas anunciando um aumento da licença para 20 semanas, com remuneração integral.

Microsoft amplia

Atualmente, a Microsoft oferece às mães oito semanas remuneradas. Também tem um programa de licenças paternidade de 12 semanas, mas só quatro semanas com remuneração integral. A iniciativa entrará em vigor em 1º de novembro na Microsoft , e a partir de terça-feira na Netflix.

A mudança de política da Microsoft, de acordo com sua vice-presidenta Katheleen Hogan, responde à aspiração de contar com funcionários que desejem construir suas carreiras na empresa. O Google, considerado uma das melhores empresas para trabalhar nos Estados Unidos, oferece licenças de 18 semanas para as mães e de sete a 12 semanas para os pais.

O Facebook concede quatro meses de licença para os novos pais. A iniciativa é muito generosa tendo em conta que esse tipo de afastamento costuma ser de 12 semanas para empresas com mais de 50 funcionários e a legislação trabalhista não obriga que sejam remuneradas. Para os funcionários públicos, a licença remunerada é de seis semanas.

Fonte: http://brasil.elpais.com/

Se você quer receber atualizações sobre este tema ou outros de nossa página, inscreva-se abaixo:
Receba boas notícias em seu Email


Seja o primeiro a comentar Assunto: "Netflix oferece um ano de licença paternidade a seus funcionários"

Deixe um comentário

Translate »