• qua. abr 17th, 2024

3 animações do Studio Ghibli para assistir em família

fev 18, 2023
Compartilhe Boas Notícias

Além de visualmente lindas, as animações do Studio Ghibli trazem histórias com temas importantes e necessários de apresentar às crianças, nos convidando a conhecer e entrar em contato com uma outra cultura, os trajes, as geografias dos locais, alguns costumes e suas refeições do dia a dia. Confira 3 animações do Studio Ghibli para assistir em família!

Conheça 3 animações do Studio Ghibli para assistir com as crianças

1. Meu Amigo Totoro

“Nós vamos rir juntos, filhas. Assim nós espantamos o medo”, diz o pai a suas duas filhas, em “Meu Amigo Totoro”. A animação é uma história simples e sincera, que passeia por um tripé comum da infância: o medo, a fantasia e o amor. Mas não é só isso que explica seu sucesso de crítica e público.   A animação lançada em 1988 pelo Studio Ghibli, um estúdio de animação japonês, consegue ainda encantar crianças ao redor do mundo pela forma delicada de se contar uma história, ao dar voz a sentimentos de conflito, além de respeitar o silêncio e o tempo de cada personagem. É uma narrativa atemporal, que tem a proeza de se conectar até mesmo com as novas e tecnológicas gerações.

Diferente das animações e filmes ocidentais voltados para a infância, geralmente muito acelerados com sequências de ação e cenas musicais, e o controverso duelo entre bom e ruim, “Meu Amigo Totoro” evoca outras formas de perceber, interagir e respeitar o mundo ao nosso redor e o nosso próprio, cheio de sentimentos para lidar.

Outros dois pontos que merecem destaque nas animações do Studio Ghibli, presentes em “Meu Amigo Totoro” e na maioria das demais produções, é o protagonismo feminino e o respeito pela natureza.

Ou seja, discussões que estão sendo levantadas e debatidas recentemente já estavam presentes nessas animações desde o fim dos anos 80: garotas heroínas, tomando suas decisões e sendo protagonistas das próprias histórias. Do mesmo modo, discussões dos efeitos das ações dos homens, destruindo florestas e como isso prejudica a vida toda de forma geral.

Na história, acompanhamos as irmãs Mei e Satsuke e o pai chegando a uma casa nova, no interior, enquanto a mãe se recupera de uma enfermidade no hospital. O Totoro do título é um ser mágico (e muito fofo), guardião das florestas, que acaba entrando na vida das garotas de uma forma engraçada e curiosa e usa de seus talentos para dar uma ajuda quando elas precisam. O Totoro virou um ícone cultural. É fácil encontrar broches, adesivos, livros, bolsas e demais acessórios com referências pop do personagem.

FIQUE DE OLHO: O longa tem muitas cenas belíssimas, mas por conta de tudo comentado no começo do texto, vale chamar a atenção para a cena em que as personagens lavam pepino no rio. Coisa linda demais.

2. O Serviço De Entregas Da Kiki

Kiki é uma bruxa. Ou melhor, uma bruxinha em fase de crescimento. Nesta história, descobrimos que ao completarem 13 anos, as bruxas precisam sair da casa da família para aprender mais sobre os efeitos de seus poderes e responsabilidades.

Voando com sua vassoura na companhia do gato preto Jiji, Kiki aos poucos descobre as dificuldades e belezas da vida, a encontrar o afeto no inesperado e a coragem nos momentos em que mais precisamos dela. Por meio da personagem, percebemos como os vínculos formados no dia a dia são fundamentais para nosso crescimento.

A história da animação é uma adaptação do livro de mesmo nome, da autora Eiko Kadono, que por aqui foi publicado pela Estação Liberdade, com ilustrações de Daniel Kondo.

FIQUE DE OLHO: A animação é de 1988,  também conta com uma protagonista feminina e tem essa frase inspiradora: “Há gente de todo tipo em uma cidade grande assim. Eu, por exemplo, já gosto muito de você.”

3. Ponyo: Uma Amizade Que Veio Do Mar

O pequeno Sosuke encontra no mar uma peixinha-dourada presa numa garrafa de vidro. Após soltá-la e levá-la para casa, decide cuidar dela, dando-lhe o nome de Ponyo.

Da mágica relação de amizade entre eles, Ponyo transforma-se em uma humana, e ao lado do novo amigo aprende sobre as relações e a empatia com o próximo enquanto a cidade em que estão passa por uma terrível tempestade e fica toda alagada.

Com cenas aparentemente inocentes, na realidade a história pode gerar ótimas conversas e reflexões a respeito das amizades e dos significados de cada escolha e ações dos personagens. E, assim como as outras animações, um espetáculo visual, ao nos transportar em alguns momentos para o misterioso, calmo e profundo oceano.

FIQUE DE OLHO: “Pode aceitá-la como ela é?”. A essência do filme em uma frase. Ficou curioso?

Bônus

O Studio Ghibli, que tem como principal nome o do diretor e co-fundador Hayao Miyazaki, anunciou uma surpresa para os fãs. O novo filme “How Do You Live?”, que será lançado em julho de 2023 no Japão.

A notícia foi duplamente comemorada. Já que é sempre bom ter um lançamento e segundo porque  o diretor estava aposentado desde 2013, e neste novo longa ele assume o roteiro. De acordo com Miyazaki, ele saiu da aposentadoria para dedicar este último filme ao neto.

“How Do You Live” é inspirado no livro infantil de mesmo nome, do autor Yoshino Genzaburo e lançado em 1937. Ainda não existe uma versão em português, mas provavelmente o filme vai chamar a atenção das editoras. A história do livro acompanha um jovem de 15 anos que reflete sua vida no pré-guerra e a respeito da existência humana.

Novos universos e histórias

Boa parte do catálogo do Studio Ghibli está disponível na Netflix. Existem outras animações igualmente preciosas e interessantes disponíveis, e cabe a cada família escolher as que mais interessarem. A lista indicada é ideal para os pequenuchos.

Já para os que já sabem pular corda, fica a dica de”A Viagem de Chihiro”, “Marnie” e “O Conto da Princesa Kaguya”. Absurdamente fantásticos e uma lista enorme de elogios.

Além das animações serem desenhadas totalmente à mão (não usam computação gráfica) e trazer histórias com temas importantes e necessários de apresentar às crianças, o convite para conhecer essas animações é a de entrar em contato com uma outra cultura, os trajes, as geografias dos locais, alguns costumes e suas refeições do dia a dia.

É sempre precioso conhecer e aprender algo novo, ainda mais quando em contato com as sabedorias da infância. Então, que tal um filminho hoje?

Fonte

Leia mais notícias sobre Crianças clicando aqui

Loading