Bom Retiro é considerado um dos 25 bairros mais “descolados” do mundo, segundo revista inglesa

Edição da “Time Out” inclui bairro paulistano de migrantes em sua seleção de regiões descoladas e pouco conhecidas de turistas.

A revista cultural britânica ‘Time Out’ se pôs a explorar bairros em grandes cidades globais que permitam aos visitantes “sair da trilha turística e descobrir lugares que estejam sendo frequentados pelos moradores mais antenados”.

Disso saiu uma lista com o que a revista afirma serem os “bairros mais cool do mundo” — e a lista inclui o bairro paulistano do Bom Retiro, na região da Luz, centro de São Paulo. A seleção, diz a ‘Time Out’, foi feita pela equipe da revista a partir de indicações de 27 mil moradores de diversas cidades do mundo.

Arroios, em Lisboa (Portugal), foi eleito o mais “cool” do mundo, por ser um lugar onde se come bem e onde “o novo convive com o clássico e a diversidade está por todas as partes”. A lista inclui também Shimokitazawa, batizado como o “Brooklyn” de Tóquio (Japão); Onikan, em Lagos (Nigéria); Wedding, em Berlim (Alemanha) e o Historic Filipinotown de Los Angeles, todos escolhidos por reunir, ao mesmo tempo, modernidade e história, diversão e tradições, e por oferecer um panorama particular da cidade em que estão localizados.

O Bom Retiro, localizado ao lado da região da Luz e de prédios culturais históricos como a Estação da Luz, a Pinacoteca e a Sala São Paulo, é um bairro que se tornou símbolo de muitos movimentos migratórios na cidade.

Desenvolvendo-se ao lado da estação ferroviária, abrigou primeiro italianos e portugueses; depois, vieram judeus que fugiam da perseguição nazista e, mais recentemente, coreanos e bolivianos — essa última leva migratória ajudou a transformar o Bom Retiro em um polo de compras de roupas e itens de costura, representado pela principal rua do bairro, a José Paulino.

A revista ‘Time Out’ lembra que o bairro é também um pequeno polo gastronômico, sobretudo da culinária coreana, mas também judaica e húngara. Entre as dicas de passeios da revista estão a Pinacoteca e o centro cultural Casa do Povo.

Fonte: Terra

Se você quer receber atualizações sobre este tema ou outros de nossa página, inscreva-se abaixo:
Receba boas notícias em seu Email


Translate »