• 19 de agosto de 2022 23:38

Com bilhete, gerente de restaurante salva criança que sofria maus tratos e ganha US $ 35 mil de internautas

fev 4, 2021
Compartilhe Boas Notícias

Sabe aquela história da pessoa certa, no lugar certo, no momento certo? Foi o que aconteceu com a Flaviane Carvalho, uma brasileira que trabalha como gerente em um restaurante de Orlando, nos Estados Unidos, e salvou uma criança que sofria maus tratos. E como resposta da sua boa ação, internautas se reuniram e conseguiram arrecadar US $ 35 mil, cerca de R$ 180 mil para a brasileira.

gaconete-salva-crianca-9889740

Entenda como tudo aconteceu

A brasileira trabalha no Mr. Potato’s, um restaurante brasileiro em Orlando. Ela estava de folga, mas acabou precisando trabalhar porque um dos garçons tinha faltado no dia. Flaviane conta que recepcionou uma família aparentemente normal, até que percebeu que havia algo estranho com o garoto.

Como é mãe, Flaviane sabe que alguns padrões de comportamentos podem ser sinal para diversos tipos de abuso. Ela notou que todos da mesa tinham recebido a comida, menos o garoto.

Achando estranho, a gerente foi até a mesa e perguntou se havia algo errado com a refeição. “O padrasto me disse que não havia nada de errado e que o garoto iria comer em casa naquela noite.“, conta a brasileira. “Também sou mãe e isso foi muito estranho, você não nega comida para uma criança”, disse Flaviane.

Flaviane também percebeu que o menino apresentava alguns machucados no braço e na testa. Então foi até um ponto do restaurante em que o garoto podia vê-la, mas os pais dele não.

Ela escreveu em um papel a pergunta “Are you ok?’ (“você está bem?”, em português). O garoto balançou a cabeça não. Flaviane fez outro bilhete: “Do you need help, ok?” e mais uma vez o menino respondeu, balançando a cabeça que sim.

garconete-bilhete-2-e1610955884454-2900950

A brasileira imediatamente chamou a polícia, que prendeu na hora Timothy Wilson II, padrasto da criança. A mãe do garoto, Kristen Swann, foi presa alguns dias depois, quando assumiu para a polícia que sabia sobre os abusos e não impedia as agressões.

O padrasto do garoto pode ser condenado à prisão perpétua pelas leis da Flórida. Já a mãe da criança acusada de negligência infantil e podem ser condenada a 30 anos de prisão.

Os policiais que atenderam a ocorrência de Flaviane disseram que se não fosse pela a atitude da gerente, o menino poderia acabar morto.

Quando a polícia pediu para o garoto levantar o moletom que usava, eles viram que a criança estava com o olho roxo, um ferimento na sobrancelha e hematomas no braço.

Em depoimento para a polícia, Flaviane conta que se sente mais aliviada em saber que ele está bem agora.

garconete-bilhete-policia-e1610987074647-9073193

Recompensa

Após a história ganhar notoriedade, alguns internautas quiseram recompensar Flaviane. A vaquinha online aberta no site GoFundMe tinha uma meta de US $ 10 mil e já alcançou os US $ 35 mil (cerca de R$ 180 mil).

A iniciativa da vaquinha foi da Rafaela Cabede, que é gerente do restaurante. É que depois da história viralizar, o movimento de clientes multiplicou! Ela também contou que muita gente ligou, querendo doar para a campanha. “As pessoas queriam recompensá-la de alguma forma‘”, conta.

Para Flaviane, o que ela fez não foi com intenção de ganhar algo. “Estou feliz porque agora o menino está seguro e espero que as pessoas usem esse fato para serem encorajadas a intervir quando alguém estiver precisando.”

Fonte: https://razoesparaacreditar.com/gerente-restaurante-salva-menino-orlando/?utm_source=facebook&utm_medium=post&utm_campaign=rpa&fbclid=IwAR06-Wb-dnmO1tBM6IvyJ6Nw4YPKEYbyVfRYrQfQyzkyBHBoQBJw5qGmzfw

 120 Total Visualizações,  1 Visualizações Hoje