Estudante cria emojis para ressaltar riqueza da África e acabar com estereótipos

Compartilhe Boas Notícias

O artista O’Plerou Denis Grebet, da Costa do Marfim, criou emojis que ressaltam a riqueza cultural da África.

A ideia surgiu quando ele buscava por fotografias para um projeto sobre o continente e encontrou apenas imagens que remetiam à pobreza e doenças.

À CNN, o jovem de 22 anos contou ter percebido que a mídia sempre retratava o lado negativo da África, mostrando guerras, fome e pobreza. E, embora estes elementos sejam também uma das faces do continente, eles não estão por toda a parte e é possível encontrar uma enorme diversidade cultural nos países africanos.

Desde então, Grebet passou a pensar em como divulgar imagens positivas relacionadas à África e começou a criar emojis gratuitos para celebrar a cultura do continente. Nos dois últimos anos, mais de 350 imagens foram criadas por ele.

Os emojis foram desenhados à mão e transformados em imagens digitais após o jovem assistir a um vídeo tutorial no Youtube. O primeiro deles homenageava o Foutou, um prato feito com farinha de mandioca moída e banana amassada.

Em 2018, Grebet passou a compartilhar suas criações no Instagram e ganhou 2.000 seguidores apenas na primeira semana. Durante todo o ano, ele divulgou um emoji por dia ressaltando a cultura africana.

Em dezembro do mesmo ano, o artista incorporou as imagens a um aplicativo chamado Zouzoukwa, para que pessoas pudessem usá-las em seu dia a dia. Com o app, os usuários podem transformar os emojis em figurinhas para usá-las em suas conversas no Whatsapp e outras redes sociais.

Fonte: Hypeness

Se você quer receber atualizações sobre este tema ou outros de nossa página, inscreva-se abaixo:
Receba boas notícias em seu Email


Translate »