Pernas de Aluguel: Conheça o projeto e participe!

pernas
Visualizado 803 vezes

Veja como ajudar uma pessoa com deficiência motora a participar de uma corrida de rua

Com o objetivo de promover a diversão e autoestima de deficientes motores por meio de ajuda voluntária, o projeto Pernas de Aluguel – sem fins lucrativos – proporciona a esses cidadãos uma experiência diferenciada de, com a ajuda de corredores, participar de uma prova de rua.

Crianças e adolescentes da Associação Beneficente Comunidade de Amor Rainha da Paz recebem a ajuda dos voluntários do Pernas de Aluguel. Qualquer pessoa  que apresente comprovadamente condições suficientes para concluir provas de 10 a 42 km também podem se inscrever.

Confira abaixo uma entrevista com o idealizador do projeto, Eduardo Godoy:

Como surgiu a ideia do Pernas de Aluguel?

Há pouco mais de um ano, um amigo meu me mostrou um vídeo de um pai que fazia Ironman com seu filho portador de deficiência física (Meu Pai, Meu Herói). Isso me deu a ideia de também fazer algo parecido, mas com corridas de rua.

Sou voluntário da Instituição Rainha da Paz, onde há muitas crianças portadoras de deficiência. Comecei a ir atrás de fabricantes e fornecedores de cadeiras de rodas, triciclos. Essa foi a maior dificuldade, achar alguém que vendesse esse tipo de material.

O projeto deu uma esfriada até a prova da Golden Four São Paulo. Ao ouvir o nome da vencedora da categoria de cadeirante, Danielle Nobile, resolvi falar com ela para ver se conseguia informações de onde poderia encontrar cadeiras de rodas de corrida. Ela me apresentou uma amiga que me indicou a Handventus e também um grupo que corre com cadeiras desse tipo, o Klabhia. Daí para frente o projeto retomou o fôlego e está em pleno desenvolvimento.

Qualquer corredor pode participar?

Sim, a ideia é justamente essa. Basta ter a capacidade física de suportar as distâncias da prova que participamos. O condutor/voluntário tem que se cadastrar no site e ler o Manual do Condutor para ter um prévio conhecimento de como conduzir o cadeirante.

Quantas crianças e adolescentes participam?

No Rainha da Paz temos mais de 300 crianças e adolescentes, mas nessa primeira fase, a equipe de fisioterapia selecionou 12 delas aptas a participar desse projeto. Uma segunda fase do projeto, mas que já pode ser iniciada, é a de dar acesso a qualquer cadeirante, mesmo que não seja atendido pelo Rainha da Paz e independente de idade ou deficiência. Mas, nesse caso, teria que, antecipadamente, fornecer laudos médicos atestando condições físicas para um determinado tempo de prova, autorização de pais etc. Isso tudo fazemos com as crianças do Rainha.

Como a pessoa pode ajudar na doação para conseguir comprar mais triciclos? Quantos vocês já têm?

Devido a dificuldade que tivemos de adquirir um triciclo pronto, de linha, conseguimos recentemente uma parceria com o Cardoso Cycles (fabricante de bicicletas “Hand Made”) que fará o projeto de um triciclo e ele será montado pela Handventus (em São José dos Campos, interior de São Paulo), tendo como parâmetro um maior conforto do cadeirante. Toda cadeira de rodas é customizada para seu usuário. Em nosso caso, temos que fazer ela completamente ajustável para os diversos tamanhos de crianças (algumas delas com peso e tamanho de adulto). Isso, obviamente, tem um custo. (Caso você queira doar, envie um email para pernasdealuguel@mandic.com.br e informe-se).

A doação também pode ser feita com produtos, como por exemplo, camisetas de corrida para montar a equipe (as cores são branco e vermelho), fornecimento do transfer do logo e parceiros para as camisetas (frente e costas), material de segurança da criançada como capacetes, caneleiras, óculos escuro, protetor solar, capa de chuva, bomba para encher pneu.

Até onde você acha que esse projeto pode crescer?

Esse projeto tem que crescer para o lado dos organizadores de provas, para que possam facilitar não somente em termos de inscrição do deficiente, como dos condutores, estacionamento, lugar na largada logo após o grupo de cadeirantes com handbikes, e até mesmo acessibilidade na hora de pegar a medalha.

Do lado dos corredores, mostrar que você não precisa ter um filho ou parente com deficiência para ajudar ou promover uma oportunidade dessa a um deficiente físico. A meta é fazer com que outros atletas com filhos ou amigos cadeirantes que tenham condições de adquirir uma cadeira própria, junte-se a nós para corrermos as provas.

Gostaria de deixar alguma mensagem?

Sim, uma frase da Terapeuta Ocupacional, Daniele Poppsts Swerts: “A possibilidade de redescobrir a vida através do esporte, será um momento diferenciado para crianças e adolescentes com deficiência física. Sem dúvida os mesmo terão suas vivências ampliadas, contribuirá para socialização e integração com a sociedade bem como fará com que estes indivíduos redescubram a vida de uma forma ampla e global”.

Veja o vídeo de como foi a estreia do Pernas de Aluguel no CAIXA Athenas 21K de São Paulo, no último dia 2 de novembro:

Fonte: http://www.suacorrida.com.br/

Se você quer receber atualizações sobre este tema ou outros de nossa página, inscreva-se abaixo:
Receba boas notícias em seu Email


Seja o primeiro a comentar Assunto: "Pernas de Aluguel: Conheça o projeto e participe!"

Deixe um comentário

Translate »