Após diagnosticar câncer, mulher faz doação de lenços a pacientes em SP

Após diagnosticar câncer, mulher faz doação de lenços a pacientes em SP
Avalie este conteúdo

Rosa Mavignier esteve no HC de Barretos para entregar arrecadação. Iniciativa começou em 2013, depois de detecção de tumor no ovário.

A artista plástica Rosa Mavignier, de 64 anos, transformou um obstáculo pessoal na oportunidade de ajudar outras pessoas. Diagnosticada com um câncer no ovário e em tratamento no Hospital de Câncer de Barretos (SP), ela e sua família do Mato Grosso do Sul criaram uma campanha na internet, “Lenços Solidários”, que arrecada os acessórios com o objetivo de devolver a autoestima dos pacientes que perdem cabelos ao longo das sessões de quimioterapia. “Funciona como um remédio”, diz a psicóloga Mariana Paschoal Martins.

Ao mesmo tempo em que luta para vencer o próprio desafio, Rosa proporciona um apoio importante a outros que enfrentam as mesmas dificuldades que ela. Uma amostra da campanha foi observada nesta terça-feira (12) pelos corredores do HC de Barretos, onde várias pessoas em tratamento receberam das mãos dela os acessórios arrecadados.

A história de superação de Rosa começou em outubro de 2013, quando foi diagnosticada com câncer ginecológico nos ovários e no útero, aos 63 anos. Nesse momento, a ajuda dos familiares foi essencial para começar a reverter o jogo. Durante uma festa, eles se reuniram e surpreenderam a artista plástica ao aparecerem diante dela com lenços amarrados na cabeça. Após uma postagem da foto em família nas redes sociais, Rosa começou a receber centenas de doações, repercussão que gerou a campanha e a arrecadação de aproximadamente 3,5 mil lenços.

Meses depois de iniciar a campanha, nesta terça-feira Rosa voltou a distribuir lenços no HC de Barretos. A cada entrega, não apenas se transferia um pedaço de tecido, como também um apoio psicológico especial. “Muito bonito o que ela faz, qualquer um ficaria emocionado. Eu achei muito bonito o jeito dela, ela foi muito otimista, muito para cima. Tem que ser forte”, afirma a dona de casa Raimunda Dalva Araújo, que diariamente acompanha a luta de sua mãe contra o câncer.

Rosa e o filho, durante doação de lenços no HC de Barretos (Foto: Hospital de Câncer de Barretos/ Divulgação)

Durante a visita, também portando seu próprio lenço na cabeça, Rosa aproveitou para deixar palavras de incentivo a quem recebeu seus presentes. “Eu fui a primeira da minha família que teve câncer. Eu me segurei na família, nos amigos, nessas pessoas lindas aqui do hospital, nos médicos que cuidam de mim e estou aqui falando para vocês”, afirmou, mostrando-se otimista mesmo ainda não curada e depois de ter sido submetida a inúmeras sessões de quimioterapia.

A psicóloga Mariana Paschoal Martins confirma que o simples ato de encobrir a cabeça sem cabelos para amenizar as evidências do difícil tratamento ajuda na recuperação dela e de quem se beneficia da campanha. “Clinicamente quando a gente tem uma paciente com uma autoestima elevada ela encara melhor a trajetória da doença e do tratamento. Pacientes que não têm uma boa autoestima você vê uma dificuldade maior em encarar a doença. Funciona como um remédio”, diz.

Interessados em fazer doações para a campanha podem entrar em contato com Rosa pela página da campanha “Lenços Solidários” no Facebook.

Rosa Mavignier ajeita acessório na cabeça de mulher em tratamento contra o câncer (Foto: Hospital de Câncer de Barretos/Divulgação)
Se você quer receber atualizações sobre este tema ou outros de nossa página, inscreva-se abaixo:
Receba boas notícias em seu Email


Seja o primeiro a comentar Assunto: "Após diagnosticar câncer, mulher faz doação de lenços a pacientes em SP"

Deixe um comentário

Translate »