• 3 de julho de 2022 07:49

Maior tubarão já existente tinha 18 metros e 45 toneladas

out 19, 2020
Compartilhe Boas Notícias

Em 2016, a mais assustadora entre as criaturas marinhas que habitaram os oceanos primitivos da Terra recebeu o nome científico de Otodus megalodon, mas desde a descoberta de dentes fossilizados desse tubarão gigante, em 1875, seu tamanho jamais havia sido cientificamente determinado – até agora. Um grupo de paleontobiólogos determinou as dimensões daquele que é carinhosamente chamado de “Meg” por roteiristas de Hollywood.

O estudo, publicado na revista Scientific Reports, mostrou que o icônico tubarão tinha entre 15 e 18 metros de comprimento e pesava 45 toneladas. Ele é considerado estatisticamente um ponto fora da curva.

15173328577304-9060562
“Meg”, comparado com seus parentes, é extraordinariamente maior. Fonte: National Science Foundation/Kenshu Shimada/Divulgação

“Ainda é um tubarão impressionantemente grande. O O. megalodon é um outlier, porque quase todos os outros tubarões não planctívoros [animais que se alimentam de plâncton] têm um limite de tamanho geral de sete metros. Apenas algumas espécies modernas, como o tubarão-baleia ou o tubarão-frade, se aproximam desse tamanho”, explicou o paleobiólogo da Universidade DePaul em Chicago Kenshu Shimada.

O megalodonte pertence à ordem dos lamniformes, grupo que inclui animais com duas barbatanas dorsais e uma anal; cinco fendas branquiais; olhos sem membrana; e boca estendendo-se para além do nível dos olhos.

Para determinar seu tamanho, os pesquisadores usaram como base as medidas de espécies atuais (a biologia das formas extintas é mal compreendida; por serem cartilaginosos, o que se sabe deles provém de dentes fossilizados).

15173600782307-2568705
Um dente de O. megalodon (à esquerda), comparado com um de tubarão branco (à direita). Fonte: Getty Images/Reprodução 

“Os resultados sugerem que um O. megalodon tinha, em valores aproximados, uma cabeça de 4,65 m de comprimento, uma nadadeira dorsal de 1,62 m de altura e uma cauda de 3,85 m. Análises morfométricas sugerem ainda que suas nadadeiras dorsal e caudal foram adaptadas para uma locomoção predatória rápida e longos períodos de natação”, diz o estudo.

Em seis das dez mil simulações, a pesquisa mostrou uma chance de 1% de existirem megalodontes vivos ainda hoje.

Fonte: https://www.tecmundo.com.br/ciencia/205353-maior-tubarao-existente-tinha-18-metros-45-toneladas.htm

Se curte nosso conteúdo, considere nos ajudar a manter o nosso trabalho diário no ar e continuar levando boas notícias a todos, através do https://mla.bs/d8cdcb20 😊

#jornaldeboasnoticias #boasnoticias #noticiaboa #goodnews #boasacoes #esperança #bonsexemplos #fazerobem #boanoticia #noticiapositiva

 92 Total Visualizações,  1 Visualizações Hoje